Assaltantes se entregam e liberam seis reféns em agência bancária do DF

A negociação envolveu militares do Bope e agentes da Polícia Civil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/06/2014 11:35

Agência Brasil

Após uma hora de negociação com a polícia, quatro assaltantes que faziam seis funcionários e clientes do Banco de Brasília (BRB) de Ceilândia Sul reféns, se entregaram, foram detidos e encaminhados para a central de flagrantes da Polícia Civil em Ceilândia, no Distrito Federal. A ação criminosa teve início por volta de 7h50 desta sexta-feira (6/6), quando os bandidos armados e mascarados invadiram a agência no momento em que o gerente e quatro funcionários da limpeza entravam.

Minutos após a invasão, o responsável pelo banco ligou para esposa a pedido do assaltante para que ela chamasse a imprensa, pois os bandidos estavam com medo da ação da polícia. Testemunhas relataram que não houve agressão, mas que os suspeitos ameaçavam as vítimas verbalmente. A mulher informou ao Correio que o marido foi transferido para o banco há dois meses e estava em estado de choque quando fez ligação. "Ele disse pouca coisa, informou que havia assaltantes na agência e me pediu para ligar para os jornais do DF", afirmou.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o Corpo de Bombeiros e a Divisão de Operações Especiais (DOE) da Polícia Civil participaram da ocorrência. O BRB informou que a polícia está periciando o local e, em função disso, a agência permanecerá fechada nesta sexta-feira. A Polícia Militar informou que o grupo já vinha sendo monitorado pela Polícia Civil há alguns dias.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.