Motoristas em greve vão a enterro de colega em Fortaleza

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/05/2014 11:01

Agência Estado

Fortaleza, 30 - A paralisação dos motoristas e trocadores segue parcialmente em Fortaleza nesta sexta-feira, 30. Dos sete terminais de ônibus da cidade, dois continuam fechados. Um cortejo de ônibus foi formado para o enterro do motorista Francisco Erivaldo Marinho, que acontece hoje, em Maranguape, na região metropolitana.

Desde o início da manhã, fiscais estão informando aos passageiros que embarcam nos veículos que se trata do último ônibus da linha em circulação. Entretanto, até o momento, apenas os terminais do Siqueira e do Conjunto Ceará.

Os rodoviário de Fortaleza paralisaram as atividades por todo o dia de ontem depois que um motorista e um trocador foram esfaqueados durante um assalto. O motorista morreu e o trocador Francisco Valderir Carneiro corre o risco de ficar paralítico. A categoria cobra segurança na cidade.

No primeiro trimestre de 2014, o número de assaltos a ônibus em Fortaleza chegou a 581. De acordo com dados fornecidos pelo Sindicato da Empresas de Ônibus (Sindionibus), em janeiro, foram 230 ocorrências, em fevereiro, 150, e em março, 201. Houve uma leve redução em relação ao igual período de 2013, quando foram registradas 587 ocorrências de assaltos aos coletivos. Em janeiro, foram 181 notificações de assaltos, em fevereiro, 186, e em março, 220. Entre janeiro e dezembro de 2013, foram contabilizados 2.528 crimes do tipo.

Em fevereiro de 2014, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), lançou a Operação Coletivo Seguro. Com a participação das polícias Civil e Militar, a iniciativa surgiu com o objetivo de impedir assaltos e outras práticas criminosas nos ônibus.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.