Publicidade

Estado de Minas

MTST fará protesto em SP no dia 15


postado em 13/05/2014 22:01

São Paulo, 13 - O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) vai integrar o "Dia internacional de lutas contra a Copa", que está sendo organizado pelo Comitê Popular da Copa, e já programa uma série de atos para o próximo dia 15, quinta-feira, mesmo após ter sido recebido pela presidente Dilma Rousseff na semana passada. Com os protestos, o grupo continua seu movimento "Copa Sem Povo, Tô na Rua de Novo".

Segundo Natalia Szermeta, que pertence à coordenação do MTST, a conversa com a presidente na semana passada "foi uma surpresa, mas ainda não foi satisfatória. "O que foi apresentado não teve nada de concreto e por isso a jornada continua com intensidade", afirmou. Na ocasião, Dilma conseguiu evitar que o movimento protestasse durante sua visita a Arena Corinthians, na zona leste de São Paulo.

Naquele dia pela manhã, o MTST invadiu prédios de três construtoras responsáveis pela construção de estádios do torneio, mas decidiu encerrar as ações após a promessa de ser recebido por Dilma. Após a conversa, de acordo com a assessoria da Presidência, ficou acertado que a demanda do grupo seria encaminhada ao Ministério das Cidades, que tentaria atender aos pedidos e encaixá-los no programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Mobilização

A expectativa do MTST é reunir cerca de 8 mil pessoas em diversos atos espalhados pela capital paulista na próxima quinta-feira. "Nossa previsão é de fazer ações pela manhã, com o travamento de pelo menos seis avenidas. Sabemos quais serão, mas ainda não estamos divulgando", afirmou.

O principal objetivo dos protestos, de acordo com o movimento, é chamar atenção para as reivindicações de moradia e reforma urbana. De acordo com MTST, também haverá manifestações em outras cidades como Brasília, Rio e Palmas. Curitiba e Belém também podem ter ações organizadas pela Frente Resistência Urbana, uma articulação nacional de movimento populares da qual o MTST faz parte.

Outras manifestações também estão previstas em parceria com comitês populares da Copa. Em São Paulo, o "Dia internacional de lutas contra a Copa" está sendo organizado pelo Comitê Popular da Copa. Cerca de 3,5 mil pessoas confirmaram, na página do evento no Facebook, a presença na manifestação que partirá às 17 da Praça do Ciclista, na região da Avenida Paulista, em direção ao Estádio do Pacaembu. (Colaborou Laura Maia de Castro)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade