Bilhete Único Diário custará entre R$ 10 e R$ 24 em SP

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/05/2014 19:19

Agência Estado

São Paulo, 09 - O Bilhete Único Diário, que deve ser lançado no dia 19 na capital paulista, custará R$ 10, cerca de três vezes o valor de uma passagem do Bilhete Único Comum, vendida a R$ 3. Se o passageiro quiser acesso não só aos ônibus da São Paulo Transporte (SPTrans), mas também ao Metrô e à Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a modalidade diária custará mais que o quíntuplo: R$ 16.

As pessoas que não se cadastrarem no site da SPTrans pagarão mais caro pelo mesmo serviço. Para os usuários que comprarem o Bilhete Único Diário sem preencher o cadastro, a versão do cartão só para um modal custará R$ 15. Já a modalidade integrada (ônibus da SPTrans mais Metrô e CPTM) será comercializada a R$ 24. Nesse caso, o benefício só valerá para quem fizer mais do que oito viagens por dia de ônibus com o Bilhete Único Comum, que pode ser usado até quatro vezes dentro do período de três horas.

Os valores foram divulgados pela SPTrans na tarde desta sexta-feira, 09. Em entrevista na quinta-feira, 08, o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, afirmou que a data de lançamento coincide com a época em que o serviço do Bilhete Único celebra dez anos. O programa foi lançado em 18 de maio de 2004, na gestão Marta Suplicy, que, assim como o atual prefeito, Fernando Haddad, é filiada ao PT.

O Bilhete Único Diário permitirá viagens ilimitadas no transporte público em um período de 24 horas a partir do primeiro uso.

Semanal

No caso do Bilhete Único Semanal, a segunda modalidade de cartão temporal lançada pela gestão Haddad, a Prefeitura também passará a comercializar uma versão para quem não for cadastrado no site da SPTrans. O preço desse cartão - R$ 75 - será 56% maior que a versão para quem se cadastrar, vendida a R$ 48.

Os cartões que não exigem cadastro têm como foco passageiros eventuais, como turistas.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.