19°/ 25°
Belo Horizonte,
24/NOV/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Amigos de professor morto em Planaltina fazem protesto contra violência no DF O grupo, com cerca de 300 pessoas, segue em direção à Administração Regional de Planaltina

Correio Braziliense

Publicação: 06/05/2014 10:01 Atualização:

Moradores reivindicam mais segurança e atuação da polícia na cidade de Planaltina (Rodolfo Costa/CB/D.A Press)
Moradores reivindicam mais segurança e atuação da polícia na cidade de Planaltina

Cerca de 300 pessoas, entre familiares, alunos e amigos do professor Guilherme Moura de Araújo, caminharam do cemitério de Planaltina em direção à Defensoria Pública, passando pela Administração Regional da cidade, em um protesto contra a violência na região. O corpo de Guilherme foi enterrado nesta segunda-feira (5/3). O professor foi morto com um tiro na nuca no último sábado (3/5).

O grupo seguiu de carro e a pé pela Avenida Independência. Eles carregavam faixas com as frases "Não à impunidade, Planaltina pede paz", "Quantos mais terão que morrer?" e outros pedidos de redução da maioridade penal - um garoto é apontado por testemunhas como autor do disparo que tirou a vida do professor. Algumas pessoas caminharam cantando músicas religiosas em homenagem a Guilherme. Na Defensoria Pública, eles pediram que a morte do rapaz não vire estatística.

O trânsito ficou congestionado em decorrência do grande número de manifestantes. Os motoristas que não fazem parte do protesto tentavam cortar caminho pela vias laterais.

O crime
O professor de inglês foi morto durante uma suposta tentativa de assalto na Vila Vicentina, em Planaltina. Testemunhas contaram que ele foi abordado por um garoto que não aparentava ter mais do que 11 anos e pretendia levar a bicicleta e o celular da vítima. Ao reagir, levou um tiro na cabeça.

Guilherme tinha acabado de ser convocado pela Polícia Militar, após ser aprovado em um concurso. Ele viajaria para Florianópolis na próxima quinta-feira (8/5), onde assumiria o cargo.

Com informações de Rodolfo Costa

Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.