12°/ 23°
Belo Horizonte,
26/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Moradores do Rio propõem ideias para melhorar a cidade

Agência Estado

Publicação: 22/04/2014 16:37 Atualização:

Rio, 22 - Ideias simples e inovadoras que ajudarão a melhorar a vida do cidadão carioca. Nesta terça-feira, 22, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e o idealizador da plataforma digital Rio+ e fundador da empresa Benfeitoria, Murilo Farah, anunciaram 13 ideias criativas sugeridas pelos próprios moradores para tornar a gestão da cidade mais colaborativa. A longo prazo, o objetivo é que as ideias se transformem em políticas públicas permanentes.

Para participar da Rio+, os interessados precisaram apenas apresentar as ideias. Na primeira fase do projeto, a Fundação Getulio Vargas (FGV) analisou a viabilidade, inovação, potencial de impacto e replicabilidade das 1.692 propostas inscritas. Desse total, 26 projetos em 13 áreas foram selecionados para votação popular. Foram mais de 98 mil votos para escolher as 13 melhores soluções para criar protótipos em áreas como mobilidade, educação, inovação e sustentabilidade.

"O compromisso da Prefeitura é viabilizar os protótipos. O Rio+ faz parte de um esforço nas mais variadas direções para que as pessoas participem mais da gestão da cidade, não fiquem apenas na posição passiva e colaborem com soluções para a cidade", disse Paes.

A partir do anúncio desta terça, cada protótipo receberá em média R$ 100 mil para que, junto com os idealizadores, técnicos da FGV e das secretarias municipais pensem nas melhores formas de implantação das iniciativas. Ainda não há data para o início dos projetos, mas a intenção é viabilizar a maioria antes da Copa.

"O carioca quer, cada vez mais, estar ativo no desenvolvimento do Rio. E a população entende melhor que qualquer um as necessidades da cidade", ressaltou Farah. Ele esclareceu que os idealizadores não receberam incentivo financeiro para apresentar as ideias. "A principal motivação é o benefício coletivo, saber que um projeto seu ajuda a mudar a cidade. O reconhecimento será a moeda social."

Farah afirma que outras prefeituras, inclusive técnicos de São Paulo, já o procuraram para estender a plataforma do Rio+ para outras cidades. A intenção é manter a plataforma digital Rio+ como um canal aberto para novos projetos.

Inovadoras

Os projetos foram divididos em 12 áreas diferentes que serão remuneradas pela Prefeitura do Rio e uma categoria especial (Inovação Colaborativa) que recebe incentivo e remuneração da Natura. Entre as propostas estão bibliotecas livres, cinema móvel e criação de espaços para compartilhar objetos usados.

Mobilidade foi a área que recebeu a maior quantidade de propostas. A ideia vencedora foi o Mapa de Mobilidade Integrada, proposto por Ricardo Cantuária, cuja intenção é disponibilizar mapas de consulta com as principais opções de transportes públicos integrados.

O projeto Rio+Doação de Sangue, da estudante de Publicidade, Mariana Zappa, de 19 anos, foi o mais votado na categoria Saúde e Bem-Estar. Ela pensou em uma plataforma digital para incentivar e facilitar a doação de sangue. "Queria ajudar a solucionar o problema da falta de sangue nos estoques do Rio. Com a plataforma é possível facilitar e informar sobre a doação de sangue e ajudar a salvar vidas", disse.

A ideia do analista de marketing esportivo, João Guilherme Rosa, de 24 anos, será patrocinada pela Natura na categoria Inovação Colaborativa. Ele foi o idealizador do Mobilidade Reciclada que pretende trocar materiais recicláveis por créditos no metrô. "O projeto pode ajudar a conscientizar a população de que o lixo pode ser transformado em benefício próprio, como em descontos no transporte público".

Ideias Vencedoras

Categoria Inclusão - Polo de Empreendedorismo Social: Oferece uma estrutura para encontro, formação e fomento de jovens empreendedores em comunidades de baixa renda.

Categoria Esporte e Lazer - Sambódromo: Abertura do Sambódromo para atividades e lazer dos cariocas nos períodos ociosos.

Categoria Mobilidade - Mapa de Mobilidade Integrada: Disponibilizar mapas de consulta com as principais opções de transportes públicos integrados (ônibus, metrô, trem, ciclovia e barca).

Categoria Educação - Bibliotecas Livres: Instalar estantes de troca de livros, jornais e revistas em praias, praças e estações de transporte público.

Categoria Praias, Praças e Parques - Praça 2.0: Colocar quiosques em praças com estrutura para mesas, cafés e internet sem fio para uso aberto e público.

Categoria Sustentabilidade - Peneira nos bueiros: Instalar peneiras nos bueiros para evitar inundações causadas pelo entupimento de galerias pluviais.

Categoria Cultura e Arte - Cinecidade: Circuito itinerante e gratuito de exibição de filmes e shows em espaços públicos no qual a população elege os locais e conteúdos que serão exibidos.

Categoria Cidadania - Botão Assento Preferencial: Instalação de um botão sonoro que avisa aos passageiros dos transportes públicos que pessoas com necessidades especiais entraram e precisam sentar.

Categoria Intervenção Urbana - Rio+Cor: Plataforma online que reúne artistas que desejam se expressar e cariocas que querem ceder seus muros para serem usados como tela.

Categoria Inovação - Lixuveiro: Serão instalados lava-pés na orla que poderão ser acionados quando o usuário coloca o lixo na lixeira.

Categoria Saúde e Bem-Estar - Rio+Doação de Sangue: Plataforma para incentivar e facilitar a doação de sangue.

Categoria Comunidades - AproveitaRio: Sistema para facilitar o compartilhamento e redistribuição de objetos usados.

Categoria Inovação Por Natura Sou - Mobilidade Reciclada: Usará uma máquina para trocar lixo reciclável por créditos em passagens de metrô.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.