Identificados mortos e feridos em acidente na BR-101. Fatalidades caem de 6 para 5

Inicialmente com 6 mortos, a polícia revisou para 5 após notar engano com uma vítima em estado grave

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/04/2014 14:19 / atualizado em 14/04/2014 15:13

Agência Estado

Foram identificados os mortos e feridos do acidente em que um ônibus capotou na Rodovia Rio-Santos (BR-101), na altura do quilômetro 395, no bairro de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, próximo à divisa com o município de Itaguaí. O acidente ocorreu por volta das 6h30 desta segunda-feira, 14.

Bombeiros dos quartéis de Santa Cruz, Campo Grande e Itaguaí foram mobilizados para socorrer as vítimas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, cinco pessoas morreram no local do acidente: Anderson P. Souza; Vitor S. Silva; Ruberval M.; Welton T. Maranhão; e um homem adulto ainda não identificado.

Pela manhã, a Polícia Rodoviária Federal chegou a divulgar que seis passageiros haviam morrido. No entanto, à tarde a PRF esclareceu que os agentes confundiram um dos feridos, que está em estado grave, com uma pessoa morta.

Dezessete pessoas ficaram feridas e foram levadas a três unidades hospitalares na região. Dez foram encaminhados ao Hospital Municipal São Francisco Xavier, em Itaguaí: Jaime G. Costa, 53 anos; Gilcimar L. Souza, 30 anos; Rubem M. Costa, 55 anos; Geraldo A. Oliveira, 46 anos; José G. Andrade, 67 anos; Paulo Sérgio P., 29 anos; Augusto C. França, 27 anos; José A. Claudino, 32 anos; Thiago P. Silva, 19 anos; e Luiz C. Oliveira, 35 anos.

Marcos Cesar P., de 49 anos; e Anísio do Valle O., 58 anos; foram levados para o Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande (zona oeste do Rio).

Outros cinco feridos foram socorridos no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz (zona oeste do Rio). São eles José Ricardo G., 56 anos; Carlos Alberto G., 48 anos; Jorge L. Gonçalves; Paulo Sérgio C., 46 anos; e Leonardo O. Souza, 38 anos.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.