Justiça julga dois últimos policiais acusados de matar juíza Patrícia Acioli

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/04/2014 10:43

Agência Brasil

O Tribunal do Júri de Niterói, no Grande Rio, julga nesta quarta-feira mais dois policiais militares acusados do assassinato da juíza Patrícia Acioli em 2011. Handerson Lents e Sammy dos Santos são os últimos dos 11 policiais denunciados pelo Ministério Público a serem julgados pela morte da magistrada.

Os outros nove policiais militares, inclusive o ex-comandante do Batalhão de São Gonçalo Cláudio Luiz de Oliveira, já foram condenados. Como juíza da Vara Criminal de São Gonçalo, município vizinho a Niterói, Patrícia Acioli era conhecida por ser linha-dura no julgamento de desvios de conduta de policiais da região.

Ela foi morta a tiros em agosto de 2011, quando chegava em casa, em Niterói, depois de deixar o Fórum de São Gonçalo.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação