Alckmin: calor causou maior consumo de água no palácio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 08/04/2014 15:19

Agência Estado

São Paulo, 08 - Após o Estado revelar na edição desta terça-feira, 8, a alta no consumo de água do Palácio dos Bandeirantes em janeiro, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o local adota desde 2001 um programa de economia de água. O governador justificou que o calor foi o responsável pela alta de 22% no consumo de janeiro em relação a dezembro. "Nós tivemos um dos verões mais quentes das últimas décadas", afirmou.

O tucano disse que espera redução do consumo nos próximos meses, desde que isso não afete o bem-estar dos servidores que trabalham no local. "Não é um trabalho feito agora, é um trabalho que nós começamos em 2001. Hoje o consumo é de 32 litros por funcionário/dia, abaixo do que o decreto (estadual, que determina o consumo de água) prevê. Mas é claro, o máximo que se puder reduzir sem prejudicar a qualidade de vida dos funcionários será feito."
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.