18°/ 28°
Belo Horizonte,
22/NOV/2014
  • (4) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Taxista morre após ser assaltado e jogado vivo em rio

Agência Estado

Publicação: 14/03/2014 08:01 Atualização:

Presidente Prudente, SP, 14 - Depois de ser agredido por três menores de idade, armados com facas, o taxista José Carlos de Bodas, de 59 anos, foi amarrado pelas mãos com uma corda e jogado vivo dentro de um rio em Ribeirão Bonito, no interior paulista. O corpo foi resgatado pelos bombeiros a 50 metros do local da queda.

O crime aconteceu na tarde de quinta-feira, 13, quando os criminosos pediram ao taxista para levá-los a uma fazenda da região. O taxista dirigiu pela Rodovia Luis Augusto de Oliveira (SP-215) e, em seguida, entrou em uma estrada de terra, a pedido dos menores.

Após roubar uma quantia de dinheiro não revelada, os assaltantes, que também queriam ficar com o carro, jogaram Bodas no rio. Ele despencou de uma ponte a uma altura de 6 metros. A vítima conseguiu desamarrar as mãos, mas não resistiu aos ferimentos sofridos durante a queda. O corpo foi resgatado pelos bombeiros no fim da tarde a 50 metros da ponte.

Alertada por testemunhas, que viram o taxista ser agredido ainda na cidade, a Polícia Militar apreendeu dois dos três adolescentes, um de 17 anos e outro de 15. O terceiro acusado está foragido. Depois do crime, o táxi foi encontrado em um bairro de São Carlos.

Um dos ladrões disse a um policial militar que, além do dinheiro, também queriam roubar o táxi e que mataram a vítima porque temiam ser reconhecidos. O crime chocou a PM pela brutalidade dos assassinos.

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: Carlo Oliveira
tornar-me um marginal por ter uma arma pra me defender da ação viciosa, corriqueira, estupida, amoral, violenta com que esses "di menor" e incapazes nos oprimem a cada dia. acredito que possa haver mudanças, mas a nossa legislação tem que sair do marasmo e protecionismo e passar a ser efetiva,atuante | Denuncie |

Autor: Carlo Oliveira
Tenho 50 anos, caminho para uma idade em que há maior numero de vítimas com morte nos assaltos, penso seriamente em me armar, cada dia mais, e acho que a população toda caminha para isso, a legislação não permite, assim para me defender de bandidos, tenho que me descaracterizar, e me tornar um deles. | Denuncie |

Autor: Nil matrix matrix
Cada dia que se passa a violência vem aumentando. Não existe mais ética entre os criminosos. Parece que existe uma competição entre eles, quem pratica maior violência contra a vítima, leva um troféu. Deputados acordem, estamos caminhando para uma guerra civil. Ninguém quer isto. | Denuncie |

Autor: Joaquim Souza
Olá assalariados como eu. Agora aparecerão o ECA(Estou Cagando e Andando) e os direitos humanos para dar toda assistência às criancinhas infratoras. Assassinaram brutalmente um trabalhador e contribuinte dos pesados impostos do nosso já combalido sistema tributário. Pena de morte já petralhas. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.