20°/ 35°
Belo Horizonte,
01/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia vê latrocínio no caso de europeus mortos no RN Croata e sueco foram encontrados mortos no sábado, após darem festa em condomínio de luxo

Agência Estado

Publicação: 10/03/2014 15:49 Atualização: 10/03/2014 16:26

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte trabalha com a hipótese de que os dois estrangeiros assassinados nesse final de semana, na praia de Genipabu, em Natal, foram vítimas de latrocínio. O croata Ante Stanic, 57 anos, e o sueco Faik Mekic, 78 anos, foram encontrados mortos, na residência onde moravam, em um condomínio de luxo do litoral Norte. O fato do carro e de objetos de valor da residência terem desaparecido reforça a tese de roubo seguido de morte.

Segundo as primeiras informações de peritos do Instituto Técnico de Polícia (ITEP), os dois morreram sufocados. Eles foram encontrados com os pés e as mãos amarrados, amordaçados e ainda um saco plástico por cima da cabeça. Segundo o delegado Everaldo Lemos, os estrangeiros ainda foram espancados como forma de "apressar a asfixia".

Os europeus foram mortos na noite da última sexta-feira, 7, depois de terem dado uma festa. Segundo o depoimento de vizinhos, naquela noite muitas mulheres estavam na residência dos estrangeiros, o que pode ter facilitado a entrada de outras pessoas. Os corpos foram encontrados pelo caseiro em locais diferentes da casa, apenas no final da tarde do Sábado (8).

A casa pertencia ao croata Ante Stanic. Segundo vizinhos, ele costumava passar seis meses no litoral potiguar e outros seis meses no país de origem. Os corpos dos estrangeiros permanecem na sede do ITEP, em Natal. Diversos sites da Croácia repercutiram o crime, destacando que o cidadão croata "foi roubado e torturado na sua casa no Brasil".
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.