Justiça manda indenizar dona de cão que foi sacrificado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/02/2014 18:01

Agência Estado

Franca, 14 - A Prefeitura de Araraquara (SP) foi condenada a indenizar a dona de um cão que foi apreendido e sacrificado. O animal, da raça beagle, foi fotografado pouco antes de morrer, servindo a imagem como prova de que passou pelo canil. A decisão é em segunda instância, tendo sido proferida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

O animal foi morto após ser encontrado perdido nas ruas da cidade em 2012 e, segundo a alegação do Centro de Controle de Zoonoses, estaria com sarna. Esta versão é negada pela família que se viu obrigada a fazer uma campanha para descobrir o paradeiro do cachorro, chamado Gabriel. Depois foi informada que se encontrava no canil, mas quando chegou lá já era tarde. Quem viu o cão e o fotografou, dias antes de ser sacrificado, foi uma pessoa próxima à dona e que conhecia o animal.

De acordo com a decisão, divulgada nesta quinta-feira,13, a prefeitura terá de desembolsar R$ 7 mil a título de danos morais. A administração municipal preferiu não se manifestar enquanto não for notificada oficialmente sobre a determinação.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.