14°/ 24°
Belo Horizonte,
23/AGO/2014
  • (4) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Marcha com 16 mil sem-terra causa tumulto na Praça dos Três Poderes O grupo, que já passou pela Embaixada dos Estados Unidos, segue em direção à Praça dos Três Poderes

Correio Braziliense

Publicação: 12/02/2014 16:41 Atualização: 12/02/2014 17:07

Marcha do MST segue em direção à Esplanada dos Ministérios (Ed Alves/CB/ D.A Press)
Marcha do MST segue em direção à Esplanada dos Ministérios


Cerca de 16 mil integrantes do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) participam de uma manifestação em Brasília, de acordo com os organizadores da marcha. Depois de descer o Eixo Monumental e gritar palavras de ordem no Setor de Embaixadas, o grupo protagonizou confusão diante do Palácio do Planalto. Os manifestantes derrubaram grade de proteção na Praça dos Três Poderes, em frente à sede do Executivo. A grade, faixas e pedaços de madeira foram jogadas contra os policiais militares, que reagiram com spray de pimenta.

Após a normalização da situação, líderes do movimentam se comprometeram a permanecer na calçada e não seguir para o palácio, com a condição de que a polícia permaneça a uma faixa de distância deles. A segurança também foi reforçada em frente ao Superior Tribunal Federal (STF).

No meio da tarde, diante da Embaixada dos Estados Unidos, os policiais militares fizeram um bloqueio - na tentativa de proteger o local -, o que gerou empurra-empurra. Na confusão um policial chegou a sacar uma arma não-letal de laser, mas não disparou.

Funcionários do anexo 4 da Câmara dos Deputados estendem bandeiras vermelhas (Daniela Garcia/CB/ D.A Press)
Funcionários do anexo 4 da Câmara dos Deputados estendem bandeiras vermelhas


O protesto faz parte do Congresso Nacional do movimento, realizado esta semana na capital. Além de representantes dos 23 estados, há um grupo de 250 pessoas ligadas a movimentos sociais de outros países.

No caminho de volta à Esplanada dos Ministérios pelas vias L2 e L4, eles prometem passar pelo Congresso Nacional e pelo Palácio do Planalto, para entregar uma carta-manifesto à presidente Dilma Rousseff .

Mais cedo, cerca de 750 crianças chamadas de "sem-terrinha" e professores ligados ao MST foram até o Ministério da Educação (MEC), na Esplanada dos Ministérios para protestar contra o fechamento das escolas do campo e a precarização do trabalho dos professores da área rural.
Tags:

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: Denilson MAGALHÃES
NEM O MST Q/ É UM HISTÓRICO ALIADO DESTE GOVERNO ESTÁ SATISFEITO C/ O MESMO. | Denuncie |

Autor: Marcos 546
16 mil vagabundos que usam do meu dinheiro para ganhar a vida. | Denuncie |

Autor: Joaquim Souza
Olá assalariados como eu. Na época dos militares não havia votos, mas também não era essa baderna que esses arruaceiros do PT(Partido Terrorista) promovem. Pau nesse MST(Movimento dos Super Terroristas). Arrumem trabalho para essa raça de desocupados e vagabundos. | Denuncie |

Autor: Jander Reze
O PT e seus asseclas tão gastando uma grana violenta pagando 150,00 p/ cada manifestante | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.