13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Arcebispo do Rio lamenta a morte de cinegrafista

Agência Estado

Publicação: 12/02/2014 12:31 Atualização:

Rio, 12 - O arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, se disse preocupado com a violência nas manifestações de rua e com o cerceamento da liberdade de imprensa e lamentou a morte do cinegrafista Santiago Andrade.

"É muito lamentável o que está acontecendo no País. De um lado, é importante cada um ter liberdade de se manifestar. De outro lado é importante também que haja liberdade de imprensa. Estamos no meio dessa situação. Como impedir a violência que mata, destrói, estraga? É uma situação a se resolver. Cabe às autoridades tanto punir os responsáveis quanto como coibir a violência, que não faz parte da democracia", disse d.Orani. "Alguém (Santiago) estava trabalhando para o bem da sociedade. Aqui vai minha união com a família".

A poucos dias da viagem a Roma para a nomeação como cardeal pelo papa Francisco, o arcebispo do Rio disse estar vivendo "um momento único" e que desacelerou o ritmo de compromissos nos últimos dias para poder aproveitá-lo "intensamente".

Ele também comentou as dívidas deixadas pela Jornada Mundial da Juventude, em realizada em julho de 2013, que estariam em torno de R$ 30 milhões (ele não confirmou o valor). Os problemas financeiros foram criados pelas transferências de eventos e pelo déficit de arrecadação com as inscrições: a Igreja esperava 500 mil e foram 300 mil inscritos. Dom Orani disse que "faria e novo": "Nunca será um mau negócio fazer o bem".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.