20°/ 35°
Belo Horizonte,
01/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cinco índios da etnia tenharim são presos acusados de matar três pessoas no Amazonas Os três desaparecidos teriam sido mortos em retaliação à morte de um cacique

Agência Estado

Publicação: 31/01/2014 11:01 Atualização: 31/01/2014 11:20

Entre os desaparecidos, está o professor Stef Pinheiro, que teria sido morto pelos índios junto ao representante comercial Luciano Freire e o técnico Aldeney Salvador (Reprodução/Facebook)
Entre os desaparecidos, está o professor Stef Pinheiro, que teria sido morto pelos índios junto ao representante comercial Luciano Freire e o técnico Aldeney Salvador
Sorocaba, 31 - A Polícia Federal (PF) prendeu nessa quinta-feira,30, cinco índios da etnia tenharim suspeitos de ter sequestrado e matado três homens brancos, desaparecidos desde o dia 16 de dezembro na rodovia Transamazônica, em Humaitá, no sul do Amazonas. Entre os presos estão dois filhos do cacique Ivan Tenharim, morto após acidente de moto no dia 3 de dezembro.

Eles foram levados para a superintendência da PF em Porto Velho (RO). Os três desaparecidos - o professor Stef Pinheiro, o representante comercial Luciano Freire e o técnico Aldeney Salvador -, teriam sido mortos em retaliação à morte do cacique.

A operação para prender os índios mobilizou 400 homens e levou à interdição da Transamazônica entre Humaitá e Apuí, onde fica a Terra Indígena Tenharins Marmelo. De acordo com o delegado Alexandre Alves, peças de um carro encontradas na reserva e depoimentos de várias testemunhas indicam que os homens foram sequestrados e assassinados pelos índios.

O desaparecimento dos três homens desencadeou uma onda de violência na região. No dia 25 de dezembro, três mil manifestantes incendiaram a Casa do Índio, a sede da Funai, um barco e vários veículos em Humaitá. No dia seguinte, a reserva foi invadida e os pedágios instalados pelos índios na Transamazônica foram incendiados. A prisão dos índios deixou o clima tenso na região e o efetivo da força-tarefa foi aumentado.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.