13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fim da Perimetral provoca caos no trânsito do Rio

Agência Estado

Publicação: 27/01/2014 20:49 Atualização:

Rio, 27 - O fechamento definitivo da Perimetral, espécie de Minhocão carioca que está sendo gradualmente demolido, ocorreu às 22 horas de sábado, 25, mas só nesta segunda-feira, 27, primeiro dia útil após a medida, foi possível constatar os graves efeitos causados no trânsito do Rio. Para absorver o fluxo de veículos, várias ruas mudaram de direção.

De carro, táxi ou ônibus, motoristas e passageiros reclamaram da falta de informações e afirmaram ter levado mais que o dobro do tempo habitual para circular pelo centro. "Está um caos. Levei meia hora para atravessar o Aterro do Flamengo, trajeto que faço em sete minutos", contou o taxista Marcos Mendes. O caos foi tanto que à tarde a prefeitura decidiu fazer uma obra de emergência: abriu um acesso à avenida Presidente Vargas, na saída do mergulhão da Praça XV. Mas o caos se repetiu no fim da tarde, na volta para casa.

"Nesse primeiro momento, sabíamos que esse caos seria inevitável. Fechamos uma via importante e temos que acomodar os veículos nas vias que restaram, sem nada novo", afirmou o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório. "Nos próximos dias faremos pequenos ajustes, de semáforos, por exemplo, para tentar amenizar o congestionamento. Mas solução definitiva, mesmo, só quando o novo sistema estiver pronto", afirmou.

Uma parte do novo sistema viário será inaugurado neste ano, mas a obra total, que inclui vias expressas e túneis substituindo a Perimetral, vai ser concluída apenas em 2016.

O prefeito Eduardo Paes (PMDB) pediu que a população recorra ao transporte público ou organize caronas. "Serão dias difíceis e muito complicados".

A Prefeitura e a concessionária Porto Novo, responsável pela obra, afirmaram ter disponibilizado 800 agentes para orientar o trânsito em toda a cidade. Mas no entorno do aeroporto Santos Dumont, um dos pontos mais críticos pela manhã, havia apenas cinco agentes nesse horário.

As mudanças também causaram a extinção de mil vagas de estacionamento no centro. Nesta segunda, até o fim da tarde, 61 veículos haviam sido multados e 35 foram rebocados pela Secretaria Especial de Ordem Pública.

As concessionárias de trens, metrô e ônibus informaram ter reforçado a frota, prevendo o aumento do número de passageiros. Desde novembro, quando o primeiro trecho da Perimetral foi fechado, cerca de 55 mil pessoas já haviam migrado para o transporte coletivo. O MetrôRio aumentou a frota em 40 mil lugares. A Supervia, cujos trens transportam 600 mil pessoas por dia, e as barcas que ligam o Rio a Niterói também aumentaram o número de vagas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.