17°/ 29°
Belo Horizonte,
23/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em 2030, SP terá mais idosos que jovens, aponta Seade

Agência Estado

Publicação: 22/01/2014 15:37 Atualização:

São Paulo, 22 - A proporção de jovens e idosos em São Paulo se inverterá em 2030, de acordo com uma projeção da Fundação Sistema Estadual de Análise Dados (Seade). Hoje, a capital paulista tem 19,73% de moradores com até 15 anos e 13,18 % com mais de 60 anos, para o total de 11.513.836 habitantes. Em 2030, quando a população chegará a 12.242.972, haverá 20,1% de idosos e 13,18% de jovens.

Pelo estudo, nos próximos 16 anos, haverá crescimento anual de 45.571 moradores e aumento médio de 0,38%, com o envelhecimento constante dos cidadãos paulistanos. Esse aumento de idade média deverá ocorrer em praticamente todos os distritos da capital, segundo a Seade. A idade média na cidade deverá aumentar 4,37 anos, ao passar de 34,71 anos, em 2014, para 39,08 anos, em 2030. O envelhecimento maior pela idade média dos moradores será nos Distritos de Vila Andrade (6,03 anos) e Anhanguera (5,91 anos), e os menores, no Pari (2,38 anos) e Belém (2,42 anos).

Daqui a 16 anos, os distritos com as maiores idades médias da população deverão ser os mesmos de hoje: Alto de Pinheiros (42,48 anos e 47,23 anos, respectivamente) e Jardim Paulista (42,32 anos e 47,00 anos). Atualmente, a Consolação é o distrito com menos jovens, com 9,5% nessa faixa etária. No primeiro lugar, hoje aparecem Parelheiros e Jardim Ângela, com 25% da população. No futuro, Consolação e Alto de Pinheiros serão os distritos com menos jovens (10,4% e 10,3% respectivamente).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.