17°/ 30°
Belo Horizonte,
31/OUT/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mãe de menina queimada no Maranhão se recupera em hospital de Brasília Segundo a Secretaria de Saúde, o quadro clínico de Juliane Santos, 22 anos, é estável. Ela respira sem ajuda de aparelhos

Correio Braziliense

Publicação: 10/01/2014 13:47 Atualização:

A mãe da menina Ana Clara, que morreu na segunda-feira, 6 de janeiro, após ter mais de 90% do corpo queimado nos ataques a ônibus em São Luís, chegou no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em Brasília, na madrugada desta sexta-feira (10/1).

De acordo com a Secretária de Saúde do Distrito Federal, Juliane Santos, de 22 anos, está internada na Ala de queimados do Hran. Juliane teve 40% do corpo queimado, mas o quadro clínico dela é estável - a mulher respira sem ajuda de aparelhos.

Juliane foi transferida para o Hran a pedido da família, que exigiu que a paciente fosse tratada em um hospital especializado em queimaduras. Ela veio do Hospital Geral Luiz Alfredo Soares, no Maranhão, acompanhada da mãe Filomena Carvalho, 49 anos. Todas as despesas com acompanhante - como hospedagem, alimentação e transporte - serão custeadas pela Secretaria de Saúde do Maranhão.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Wander Oliveira
Enquanto isso a Roseana Sarney se recupera de mais uma noitada regada a lagosta e camarão comprados com dinheiro público. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.