SIGA O EM

Mãe de Eliza se sente mal e deixa plenário

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/03/2013 17:07

João Henrique do Vale

A mãe de Eliza Samudio, Sônia Fátima Moura, deixou o plenário onde acontece o julgamento do goleiro Bruno Fernandes, na tarde desta terça-feira. Ela se levantou enquanto era mostrado aos jurados um vídeo da modelo denunciando o atleta por ameaçá-la e a obrigando a tomar um abortivo. Em seguida, foi até um banheiro onde chorou. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) não sabe se Sônia deixou o Fórum ou voltou para o plenário.

Veja cobertura completa


Com a notícia, uma correria de repórteres em frente ao Fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Todos os órgãos da imprensa foram para o portão ao lado do Fórum para tentar ver o que acontecia. Em determinado momento, alguns presos foram colocados em uma viatura do Cope, o que levantou a suspeita de que Bruno estaria deixando o local.

Antes de entrar no plenário, no intervalo para o almoço, Sônia se mostrava ansiosa para o depoimento do goleiro. "Vai ser o momento muito importante. Eu estou esperando isso em minha vida", desabafou com os olhos marejados.

Porém, o depoimento do atleta deve ficar para esta quarta-feira. Segundo o TJMG, haverá a leitura das peças - divulgação de vídeos, reportagens e depoimentos anexados ao processo - e em seguida a ex-mulher de Bruno, Dayanne, quem deverá ser ouvida.
Tags: