SIGA O EM

Bancada feminina da Câmara dos Deputados acompanha julgamento do caso Bruno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2012 12:42 / atualizado em 19/11/2012 11:56

A bancada feminina da Câmara vai acompanhar o julgamento do ex-goleiro Bruno Fernandes e dos outros quatro acusados pelo desaparecimento e morte de Eliza Samudio. A coordenadora da bancada, deputada Janete Rocha Pietá (PT-SP), justificou a iniciativa alegando que o caso é importante pelo fato de Eliza ter procurado ajuda especializada, o que não foi suficiente para evitar sua morte.

A violência com que o crime foi cometido também exigirá, segundo a deputada, uma punição exemplar: "Estaremos na comarca de Contagem para demonstrar nossa vontade de que este crime, que será julgado por júri popular, tenha um julgamento exemplar. E que os culpados sejam punidos."

Para Janete Rocha Pietá, a Lei Maria da Penha, que pune com mais rigor os casos de violência doméstica contra a mulher, torna desnecessária outra ação legislativa sobre o assunto: "Não há necessidade de mais leis. O que precisamos no Brasil, após seis anos da Lei Maria da Penha, é o cumprimento rigoroso da lei."

Na época de seu desaparecimento, Eliza Samudio buscava o reconhecimento de um filho que teve com o goleiro. O júri popular do caso vai analisar as acusações de sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

 

Com Agência Câmara

Tags: