SIGA O EM

Goleiro Bruno é punido por carta enviada a programa de TV e fica sem emprego na cadeia

A punição é temporária. Na segunda-feira o atleta será ouvido por uma comissão que vai decidir se mantém ou estende o afastamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 13/07/2012 14:45 / atualizado em 13/07/2012 14:52

João Henrique do Vale

O goleiro Bruno Fernandes foi afastado, temporariamente, do trabalho de faxina que realiza diariamente na Penitenciária Nelson Hungria, em Nova Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A punição recebida pelo atleta se deu depois que ele enviou uma carta ao público endereçada ao apresentador do TV Verdade, da TV Alterosa, Ricardo Carlini, que foi divulgada nessa sexta-feira. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também será notificada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) pelo fluxo de cartas realizada pelos advogados do detento. Desde a última semana, esse é o segundo documento escrito por Bruno que foi revelado pela imprensa.

Segundo a Seds, todas as correspondências escritas por presos têm de passar por um departamento específico para registrar e conferir o teor do documento. O objetivo é de resguardar a segurança da sociedade e da unidade prisional. O goleiro não respeitou as normas e entregou diretamente o bilhete a seu advogado, Rui Caldas Pimenta, que entregou ao apresentador. Por isso, a punição ao atleta. Além do emprego, Bruno ficará recolhido em sua cela, com o direito das duas horas de banho de sol.

Com o trabalho realizado na penitenciária o goleiro recebe o benefício da reemissão de pena, ou seja, a cada três dias trabalhado ele deixa de cumprir um dia na cadeia. Com a punição, o benefício também foi suspenso. Já o salário que ganha com a faxina, de R$ 466,50, ainda não foi esclarecido pela secretaria se o atleta continuará recebendo. Na próxima segunda-feira, Bruno será ouvido pela Comissão Disciplinar do Complexo Prisional, que vai determinar o fim do recolhimento em cela ou o prazo de extensão da medida.

Essa foi a segunda carta escrita por Bruno que veio a público em menos de sete dias. Na primeira, o atleta pediu para, o até então fiel escudeiro, Luiz Henrique Romão, o Macarrão,  realizar o plano B, que seria imputar a responsabilidade pela morte da modelo Eliza Samudio sobre Macarrão. No novo documento, divulgado nessa quinta-feira, o atleta assume publicamente a paternidade de Bruninho, filho que teve com Eliza. Também diz que seu maior erro foi ter confiado em algumas pessoas, mas que vai provar a sua inocência para todos.

Na carta, Bruno mostra ser um homem religioso e se diz inocente. “Te confesso, pelo 'sangue de Cristão Jesus' que nunca desejei ou determinei a quem quer que seja o desaparecimento de Eliza Samudio”, disse na carta. O goleiro também afirma que o filho da modelo nunca deixou de ter um pai. “Gostaria de acrescentar que Bruninho tem sim um pai, aliás, sempre teve e vou honrá (SIC) esse compromisso perante a sociedade”, afirma.

O atleta voltou a citar a sua inocência em outros dois trechos da carta. Em uma das citações, Bruno afirma que o maior problema na vida dele foi ter confiado em algumas pessoas, sem citar nomes. “Talvez o único erro na minha vida foi ter confiado em algumas pessoas, mas vou lutar com todas as forças para provar para o mundo que sou inocente”, contou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Manoel
Manoel - 13 de Julho às 21:12
O Bruno está preso porque ele é um cara famoso. Se fosse um "joão ninguém" já estaria solto há muito tempo!!!!!!
 
Ark
Ark - 13 de Julho às 20:35
Concordo com Jose Caros Viana... está provado que o Brasil é de várias justiças...lembram do Francês que dirigia embriagado na savassi avançou o sinal e feriu 5 pessoas deixando uma delas em estado vegetativo... pois é esta lá na França fazendo xacota com nossa cara...
 
JOSE
JOSE - 13 de Julho às 18:25
Esse Bruno é um azarado.... Tá preso há mais de 2 anos e, é apenas suspeito...Enquanto isso ,réus confessos julgados, ,condenados , ,,aguardam recurso em liberdade...Vai
 
helcio
helcio - 13 de Julho às 17:34
Bruno não é Santo tem sua culpa, mas tem muitos presos em situações piores com mais regalias....não faça dele um bode espiatório, tenham o mesmo comportamento com todos.
 
couto
couto - 13 de Julho às 17:34
tem de ser punido o bruno e o advogado rui caldas pimenta pelo episódio. Aliás esse bruno é mestre em cagadas. Mata a elisa, e só arruma advogado ruim, umpior que o outro. Tá preso por isso,aloprado do quaresma e vai ficar preso por causa do rui caldas, tudos pilantras de 5ª categoria. Mofa ai mano.
 
Marco
Marco - 13 de Julho às 17:33
É isso vamos punir o presidiário, as correspondências só podem ser vendidas a imprensa pelas autoridades. "Quem quer rir, tem que fazer rir" (Sargt° Rocha).
 
joao
joao - 13 de Julho às 17:22
Uma coisa é liberdade de expressão, outra são as regras prisiionais. Um detento não pode enviar comunicação direta Fosse assim e um criminoso qualquer podia se comunicar livremente com seus comparsas aqui fora.
 
WALTER
WALTER - 13 de Julho às 17:00
GENTE,ISSO É SUJEIRA COM O CARA, Pô!!!!!!AGORA, CÁ ENTRE NÓS, VOCÊS ACHAM QUE O BRUNO COME MACARRÃO NA PRISÃO....ELE FALA QUE NÃO, POIS DÁ PRISÃO DE VENT0!!!(...QQ ISSO.!!!!)EU DISSE VENTO E NÃO VENTRE.....
 
DiPaolo
DiPaolo - 13 de Julho às 16:47
SE ESSE CARA É INOCENTE, MINHA VOVOZINHA É VIRGEM...
 
Marcio
Marcio - 13 de Julho às 16:10
Este caso tá virando um grande espetáculo circence, onde tem muita gente querendo aparecer!!!!
 
Alessandro
Alessandro - 13 de Julho às 16:08
Liberdade de Expressão? Nunca existiu.. e Dizem que pós militarismo está tudo liberado. Conversa pra boi dormir. Na cadeia então nem se fala!
 
cláudio
cláudio - 13 de Julho às 15:08
Ai e demais cade a liberdade de expressão? J não entendo mais o Brasil, Ou melhor nunca entendi.
 
denise
denise - 13 de Julho às 15:08
Provavelmente o goleiro achou que não tinha problema nenhum em mandar uma carta. A carta dele para Macarrão saiu na Veja, as imagens no avião e na penitenciária em todas as mídias. Será que só pode sair pelas mãos oficiais?