SIGA O EM

Médico-legista fará inspeção na casa de Bola

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/08/2010 08:52

Daniel Antunes /Estado de Minas

O médico-legista alagoano George Sanguinetti vai refazer todos os possíveis passos da modelo Eliza Samudio, de 25 anos, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, de 25, em Minas Gerais. Os trabalhos começam às 15 horas deste sábado, com uma inspeção na casa do ex-policial Marcos Aparecido de Oliveira. A residência é apontada pela polícia como o lugar onde a jovem teria sido estrangulada, o corpo esquartejado e jogado aos cães. Uma segunda etapa seria a produção de contraprovas de todas as perícias policiais.

Sanguinetti, contratado pelo advogado de Bola, Zanone Manuel de Oliveira Júnior, ainda estuda o inquérito policial, que já tem cerca de 3 mil páginas. "O caso é complexo. Quero me certificar de tudo o que foi feito e assim nortear o caminho que vou seguir", comentou. Ele ficará 10 dias em Minas e levará materiais a um laboratório de Alagoas. "Vou passar em todos os lugares que a Eliza Samudio supostamente esteve para ter uma visão macro e reunir o máximo de provas para montarmos o quebra-cabeça."

Além da casa do ex-policial, o sítio do atleta, em Esmeraldas, onde a modelo teria ficado em cárcere privado, e o motel de Contagem no qual teriam se hospedado na viagem para Belo Horizonte serão alvo de pesquisas do perito. Ele prevê nova inspeção na Land Rover de Bruno, onde a polícia afirmou ter encontrado manchas de sangue de Eliza e do adolescente de 17 anos, primo do goleiro, que confessou ter agredido a modelo a coronhadas.

Nessa sexta-feira, Zanone Manuel ingressou com pedido de habeas corpus na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, pela soltura do ex-policial. O defensor garantiu ter provas de que Bola estava em outro local, e não na casa onde Eliza teria sido morta.

Já o advogado do menor, Eliézer de Almeida, tem 10 dias para apelar contra a sentença de internação por tempo indeterminado. Ele afirma que vai recorrer. O advogado Marco Antônio Siqueira, que defende Sérgio Rosa Sales, primo do goleiro, disse que está arrolando testemunhas . Ércio Quaresma que, além do goleiro, defende seis denunciados pelo Ministério Público por envolvimento no sumiço e provável assassinato de Eliza Samudio (Dayanne de Souza; Luiz Henrique Romão, o Macarrão; Elenilson Vitor da Silva; Wemerson Marques de Souza, conhecido como Coxinha; Flávio Caetano de Araújo e Fernanda Gomes de Castro), não foi encontrado.