SIGA O EM

Ércio Quaresma volta a defender a ex-mulher de Bruno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

A ex-mulher de Bruno Fernandes, acusada de envolvimento no desaparecimento e morte de Eliza Samudio, voltou a ser defendida oficialmente pelo advogado Ércio Quaresma e o grupo que com ele trabalha. Na tarde desta terça-feira, Dayanne Rodrigues voltou ao Departamento de Investigações acompanhada de Quaresma.

O advogado apresentou à imprensa uma carta, autenticada e escrita por Dayanne, em que ela conta o motivo da troca de advogados e pede o retorno da antiga defesa. Na carta, a ex-mulher do goleiro afirma que chegou ao DI na última sexta-feira, junto com o advogado Frederico Franco, para conversar com as delegadas Ana Maria Santos e Alessandra Wilke.

Segundo informações da carta, dentro do DI, Dayanne teria sido coagida pelos delegados a trocar de advogado. Os agentes teriam convencido a suspeita de que Ércio Quaresma só queria saber de Bruno e não se preocupava com a defesa dela. A família de Dayanne foi chamada ao DI e recebeu a mesma orientação sobre a defesa da moça.

De acordo com Ércio Quaresma, teriam feito uma “lavagem cerebral” na família dela, convencendo a troca de defesa. Os próprios familiares arranjaram novos advogados: Walker Azevedo e Emerson Vieira Louro.

Na carta, Dayanne afirma que ficou no DI de 19h de sexta-feira até às 3h de sábado. Esse depoimento teria sido filmado pela Polícia Civil, sem que a suspeita fosse avisada. Ércio Quaresma descobriu a gravação e contou à cliente. O advogado ainda disse que o vídeo foi mostrado posteriormente à Luiz Henrique Romão, o Macarrão, com o intuito de jogá-lo contra Dayanne e tentar forçar o acusado a depor.

Acusações

Em um trecho da carta, a ex-mulher de Bruno acusa a polícia de má fé: “Peço providência às autoridades diante do que foi dito, já que me parece que os devidos responsáveis pelo caso estão agindo de má fé com os investigados e permito a divulgação desta carta a todos os veículos de imprensa”. Ela confirma o retorno de Quaresma para a defesa e assina a carta com a data desta terça-feira.

Segundo Quaresma, os delegados têm pânico dele e estariam mais preocupados em tirá-lo do caso do que solucionar o sumiço de Eliza.

Depoimento

Dayanne Rodrigues está no DI sendo interrogada, mas segundo Ércio Quaresma, ela vai apenas “contar uma história” aos delegados e não vai responder a nenhuma pergunta. O advogado prometeu que ela falará com a imprensa quando sair do DI.

Nesta quarta, Quaresma deve entrar com pedido de habeas corpus para Dayanne.

Resposta

Sobre as acusações feitas, a Polícia Civil afirmou que não vai comentar os fatos. A Assessoria da PC apenas reforçou, no início da noite desta terça, que o Ministério Público acompanha o caso e está vendo todo o andamento das investigações.