Publicidade

Estado de Minas QUANDO SERÁ?

FCA continua testando no Brasil a RAM 1500, que tem chegada prevista para o fim do ano

Picape de dimensões avantajadas teve o lançamento adiado, mas deve desembarcar por aqui com motor V8 Hemi


08/08/2020 04:00

A picape RAM 1500 tem sido vista em testes pelas ruas de Belo Horizonte com discreta camuflagem(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
A picape RAM 1500 tem sido vista em testes pelas ruas de Belo Horizonte com discreta camuflagem (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Quando o assunto é picape, o grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) não tem do que reclamar. As líderes do segmento são a compacta Strada e a intermediária Toro, que juntas venderam mais de 53 mil unidades nos sete primeiros meses deste ano. Mas a FCA quer abrir o leque e trazer para o Brasil a RAM 1500, que inicialmente estava programada para ser lançada neste mês, com chegada às concessionárias em setembro. Com a crise imposta pelo novo coronavírus, os planos foram adiados e a picape grandalhona deve desembarcar no país somente no fim do ano.
 
Algumas unidades da picape grande podem ser vistas em teste pelas ruas de Belo Horizonte, com discreta camuflagem na frente, nas laterais e na traseira. A picape cabine dupla tem a dianteira imponente, alta, com grade em relevo e o nome RAM centralizado, além dos faróis em LED. A unidade flagrada pelo fotógrafo Gladyston Rodrigues estava sem acessórios como estribos ou santantônio, e tinha o logotipo encoberto nas laterais.
 
Com quase seis metros de comprimento, a grandalhona tem previsão de chegar com motor V8 a gasolina(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Com quase seis metros de comprimento, a grandalhona tem previsão de chegar com motor V8 a gasolina (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Na traseira, o nome RAM na tampa da caçamba e a identificação do 4x4 também foram encobertos, assim como parte das lanternas de LED. A esportividade do modelo fica exposta nas grandes rodas de liga de seis raios e na saída dupla do escape, que urrou quando o piloto de teste percebeu que estava sendo fotografado e acelerou fundo para fugir das lentes indiscretas.
 
A FCA não revela detalhes sobre quais versões da picape serão comercializadas no Brasil, mas o site Autos Segredos aposta na luxuosa Laramie e na aventureira Rebel. Outra possibilidade é a versão Black, com acabamento externo e interno todo escurecido.
 
Mas seja qual for a versão, se você estiver interessado na picape é melhor se preocupar primeiro com o tamanho de sua vaga de garagem. Isso porque a grandalhona tem 5,91m de comprimento, 2,08m de largura e 1,97m de altura, com capacidade de carga de mais de 800 quilos. É muita lata para se acomodar nas estreitas vagas de muitos prédios e estacionamentos comerciais. Apesar das dimensões avantajadas, a picape RAM pode ser dirigida por pessoas habilitadas na categoria B, de automóveis de passeio.
 
Quanto à motorização, a FCA informa apenas que a RAM 1500 deve chegar, inicialmente, com o Hemi V8 a gasolina, de cerca de 400cv e 57kgfm de torque. Outra opção seria o V6 turbodiesel de 264cv e 66kgfm de torque. Com câmbio automático e tração 4x4, a RAM 1500 terá porte de caminhão para competir com as médias Ford Ranger, Toyota Hilux, VW Amarok e Mitsubishi L200.
 
Parece uma concorrência desleal, mas a RAM 1500 pode sair perdendo no preço. Como será importada dos EUA, com o dólar acima de R$ 5, é pouco provável que chegue ao mercado brasileiro com preço competitivo. A expectativa é de que a RAM 1500 desembarque por aqui custando mais de R$ 260 mil. É esperar para ver.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade