Publicidade

Estado de Minas RAPIDINHAS

BMW Série 1 ganhapacote M no Brasil


postado em 25/01/2020 04:00

(foto: BMW/Divulgação)
(foto: BMW/Divulgação)
 

 

A BMW já vende no Brasil a M135i xDrive, variante esportiva da terceira geração do Série 1, com preço sugerido de R$ 269.950. O modelo traz alguns diferenciais externos, como o pacote M aerodinâmico, que inclui os novos para-choques, spoiler traseiro, retrovisores revestidos e rodas de 18 polegadas com novo design. Tem ainda faróis full LED adaptativos e a tradicional grade frontal no formato em duplo rim, com o interior em colmeia na versão esportiva. Sob o capô do hatch, o motor BMW TwinPowerTurbo 2.0 de quatro cilindros garante a esportividade. São 306cv entre 5.000rpm e 6.250rpm, ou seja, 166cv a mais que a versão 118i Sport GP. O torque é de 45,9kgfm entre 1.750rpm e 4.500rpm – 23,4kgfm a mais que a versão 118i Sport GP. Associado ao câmbio automático de oito marchas, o motor leva o hatch aos 100 km/h em apenas 4,7 segundos, com máxima de 250km/h.

 

(foto: Lexus/Divulgação)
(foto: Lexus/Divulgação)
 

 

Segurança ativa

 

A linha 2020 do Lexus NX 300h chega ao Brasil com mais conteúdo de série. Uma das principais novidades do SUV compacto é o sistema de segurança ativa Lexus Safety System. Quatro componentes desse sistema estarão disponíveis já a partir da versão de entrada Dynamic (R$ 238.990): controle de cruzeiro adaptativo, assistente de manutenção de faixa, sistema de colisão frontal e farol alto automático. Já a versão intermediária Luxury (R$ 253.990) agrega farol com sistema adaptativo de iluminação, que evita o ofuscamento do condutor à frente e na mão contrária, mas mantém o farol alto nos pontos sem iluminação. A versão de topo F-Sport (R$ 279.990) soma monitor de ponto cego e alerta de tráfego na traseira do veículo. A propulsão é exclusivamente híbrida, combinando um motor 2.5 a gasolina com outro elétrico, que geram juntos 200cv de potência.

 

(foto: Chevrolet/Divulgação)
(foto: Chevrolet/Divulgação)
 

 

 

Mais autonomia

 

O Bolt, compacto elétrico da Chevrolet que começou a ser vendido no Brasil no último ano, agora tem maior autonomia, que passa de 380 para 416 quilômetros. O segundo lote do modelo começa a ser vendido por aqui em fevereiro, mas ainda sem preço definido (no primeiro lote o preço era de R$ 175 mil). O conjunto propulsor do elétrico entrega 203cv de potência e 36,7kgfm de torque, suficientes para acelerar até os 100km/h em sete segundos. Com o sistema de reabastecimento rápido, quatro vezes mais eficiente que a recarga em uma tomada 220V, é possível “encher” as baterias por completo em 10 horas. Mas, se não houver muito tempo, basta uma hora de recarga para poder rodar por 40 quilômetros. O veículo tem 4,16 metros de comprimento, 1,76m de largura, 1,59m de altura e 2,60m de entre-eixos. O porta-malas tem volume de 478 litros. O peso é de 1,6 tonelada. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade