Publicidade

Estado de Minas

CES 2020 tem marca de videogame fabricando carro e montadora entregando pizza

Confira os destaques da Consumer Electronics Show, mostra de eletrônicos realizada em Las Vegas (EUA) que atualmente também abre o calendário de novidades da indústria automotiva


postado em 11/01/2020 04:00

Responsável pelo console Playstation, a Sony apresentou o veículo conceito Vision-S(foto: Robyn Beck/AFP)
Responsável pelo console Playstation, a Sony apresentou o veículo conceito Vision-S (foto: Robyn Beck/AFP)
 

 

Muito tem se falado que o futuro dos veículos é elétrico e autônomo. O “quando” vai depender da realidade de cada país. A tecnologia já está avançada, passa intimamente pela evolução da eletrônica e demanda o desenvolvimento e construção de uma infraestrutura. Nesta transição, o calendário de novidades deixa de ser aberto pelo Salão de Detroit (que foi deslocado para junho) e passa a ser o Consumer Electronics Show (CES), evento realizado em Las Vegas (EUA) entre 7 e 10 de janeiro, voltado aos produtos eletrônicos, celulares, televisões e... carros. 

 

Ford destacou o robô entregador Digit, um humanoide com braços, pernas e uma pequenina cabeça (foto: Robyn Beck/AFP)
Ford destacou o robô entregador Digit, um humanoide com braços, pernas e uma pequenina cabeça (foto: Robyn Beck/AFP)
 

PIZZA E, neste cenário, as marcas tradicionais de veículos precisam dividir espaço com grandes e pequenas empresas de tecnologia. Enquanto a Sony, que revolucionou o mercado de entretenimento com o console Playstation, apresentou o veículo conceito Vision-S – equipado com dois motores elétricos que fornecem 268cv de potência, suficientes para alcançar a velocidade máxima de 240km/h e acelerar até os 100km/h em 4,8 segundos –, a Ford ficou com a incumbência de entregar pizza por meio do robô Digit, um humanoide com braços, pernas e uma pequenina cabeça.

 

Hyundai está desenvolvendo veículo de propulsão elétrica que fará pouso e aterrissagem verticais(foto: Robyn Beck/AFP)
Hyundai está desenvolvendo veículo de propulsão elétrica que fará pouso e aterrissagem verticais (foto: Robyn Beck/AFP)
 

NO AR A Hyundai, em parceria com a Uber, propõe um serviço de táxi-aéreo. A aeronave terá propulsão elétrica e fará pouso e aterrissagem verticais. O veículo é capaz de levar cinco ocupantes. Sua velocidade de cruzeiro é de 290km/h, voando a altitudes entre 300 e 600 metros. A autonomia é de 100 quilômetros, ou seja, não voa mais que 20 minutos, sendo que o tempo de recarga completa da bateria é de oito minutos. Mas isso é o que o fabricante espera, já que os testes com o veículo ainda nem começaram. Ainda assim, a expectativa é que o serviço comece em 2023 em alguns estados americanos. 

 

Outra empresa que pretende fornecer veículos para táxi-aéreo é a Bell, que no último ano já havia anunciado parceria com a Uber. O Nexus 4EX também transporta cinco ocupantes e a autonomia é de 100 quilômetros. Os quatro propulsores são elétricos e a expectativa é que o veículo chegue aos céus em 2025. 

 

 

Toyota vai construir uma cidade para testar seus carros autônomos(foto: Robyn Beck/AFP)
Toyota vai construir uma cidade para testar seus carros autônomos (foto: Robyn Beck/AFP)
 

WOVEN CITY Bem faz a Toyota, que anunciou a construção de uma cidade para testar seus carros autônomos, eliminando o risco dessas tranqueiras invadirem nossas casas ou cair sobre nossas cabeças. Batizada Woven City, a cidade de 70 hectares será construída onde hoje existe uma fábrica desativada da Toyota, onde 2 mil pessoas, entre engenheiros e cientistas ligados ao projeto, serão convidadas a morar. O início da experiência será em 2021, e os habitantes usarão para se locomover o autônomo Toyota e-Pallet, lançado na CES de 2018.

 

NA SALA Com o conceito Urban Suite, a BMW não pensou em quem está atrás do volante. A marca alemã instalou uma poltrona com um puff para colocar os pés no lugar do banco traseiro de um i3, defronte a uma TV. O conceito também traz mesa e abajur, talvez para serem usados como escritório, sala de leitura ou mesmo um refeitório. A ideia caberia melhor num autônomo, já que seria muito esquisito ficar tão à vontade (como na foto) ao lado de um motorista de Uber. A Fisker também quer ver muita diversão dentro do seu conceito Ocean, tendo disponibilizado até um karaokê para os passageiros.

 

Vision AVTR é um conceito elétrico e autônomo inspirado no filme Avatar(foto: Robyn Beck/AFP)
Vision AVTR é um conceito elétrico e autônomo inspirado no filme Avatar (foto: Robyn Beck/AFP)

AVATAR A Mercedes-Benz apresentou o Vision AVTR, conceito elétrico e autônomo inspirado no filme Avatar. Sua bateria é feita a partir de células orgânicas à base de grafeno, sendo completamente recicláveis por meio de um processo menos oneroso que as de íons de lítio. Outra característica marcante do veículo são as rodas em formato esféricos, que permitem que o carro ande de lado. De acordo com ao fabricante, a bateria orgânica fornece autonomia de 425 quilômetros e o motor elétrico entrega 470cv.

 

SOFISTICADO Já a FCA destacou o conceito Airflow Vision, que traz o que o grupo tem de mais avançado no campo da Experiência do Usuário (UX), voltado para clientes com um estilo de vida sofisticado e um desejo por uma experiência de viagem de primeira classe, ao mesmo tempo que equilibra suas necessidades de tecnologia e um ambiente sereno. Suas linhas sugerem como será o futuro do design premium, e cairia muito bem em um SUV ao mesmo tempo robusto e fluido, com perfil atlético e longa distância entre-eixos.

 

 

 

 

 


Publicidade