Publicidade

Estado de Minas LATIN NCAP

Renault decepciona em teste de segurança


postado em 14/12/2019 04:00

Na primeira avaliação, o Renault Sandero recebeu apenas uma estrela, mas depois de adequações subiu para três(foto: Latin NCAP/Divulgação)
Na primeira avaliação, o Renault Sandero recebeu apenas uma estrela, mas depois de adequações subiu para três (foto: Latin NCAP/Divulgação)

 
O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, Latin NCAP, divulgou os resultados de mais uma rodada de testes de impacto, desta vez envolvendo os modelo Renault Sandero, Logan e Stepway, Hyundai HB20 e Toyota Corolla.
 
O resultado mais curioso envolve os modelos da Renault, que, em um primeiro teste, tiveram uma estrela (de cinco possíveis) para a proteção a adultos e quatro estrelas para a proteção infantil. A partir desse resultado vergonhoso, a Renault aperfeiçoou o projetos dos veículos para uma segunda bateria de testes, quando obteve a não muito melhor avaliação de três estrelas para adultos e quatro para crianças. Logo, após sua reestilização, lançada no Brasil no fim de julho, tem duas notas: os modelos produzidos no Brasil até 10 de dezembro (com VIN até 93Y5SRZ85LJ319432) são extremamente mal avaliados; a partir desse VIN e data, os resultados são um pouco melhores.
 
Quer mais? Além do Brasil, esses modelos são produzidos na Argentina e na Colômbia, e ganharam a mesma nota dos brasileiros. Porém, segundo o Latin NCAP, os veículos fabricados na Colômbia oferecem mais proteção aos ocupantes, já que existem três diferenças principais: tamanho e forma dos airbags laterais, intrusão estrutural na proteção contra impactos laterais e estrutura dos bancos dianteiros. A explicação são as diferenças de materiais e processos de produção. De acordo com o Latin NCAP, os veículos fabricados na Colômbia oferecem uma cópia dos sistemas de retenção de impacto lateral do modelo europeu (da Dacia), enquanto os sistemas de retenção de impacto lateral dos veículos fabricados no Mercosul são uma versão modificada, com pior proteção.

OUTROS O novo Hyundai HB20 também decepcionou, com quatro estrelas para adulto e três para criança, enquanto seu rival Chevrolet Onix recebeu nota máxima. Já o novo Corolla, como a Toyota já havia antecipado, recebeu notas máximas em proteção a adultos e crianças, além de dois Advanced Awards, um relacionado ao dispositivo de frenagem autônoma de emergência, que integra o pacote Toyota Safety Sense, e outro reconhecendo a alta proteção ao pedestre em caso de atropelamento, devido à estrutura da carroceria do veículo.


Publicidade