Publicidade

Estado de Minas BMW 330I M SPORT

Alemão com suingue brasileiro

Com o pacote da divisão esportiva da marca, sedã tem visual discreto, mas o conjunto mecânico garante performance empolgante e a tecnologia deixa o modelo mais divertido


postado em 05/10/2019 04:00 / atualizado em 04/10/2019 18:30

A frente robusta traz grade em dois rins um pouco maior, com moldura cromada, e faróis a laser, que iluminam a uma distância de 530 metros(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
A frente robusta traz grade em dois rins um pouco maior, com moldura cromada, e faróis a laser, que iluminam a uma distância de 530 metros (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)


O automóvel tem evoluído tanto que só falta falar. Faltava! No caso da BMW 330i M Sport o motorista não se sente sozinho e pode até trocar uma ideia com o carro, pedindo que ele execute algumas funções enquanto dirige. A versão esportiva da marca alemã também é montada na fábrica de Araquari, em Santa Catarina, e traz um pacote completo para quem procura um belo visual, desempenho e tecnologia. Com motor 2.0 turbo de 258cv e câmbio automático de oito marchas, o sedã deixa de lado o jeito família e acelera como um autêntico esportivo. E ainda traz sistemas para auxiliar na condução.
 
A sétima geração da Série 3 da BMW chegou ao mercado com dimensões ampliadas. O sedã cresceu 7,6cm no comprimento, 1,6cm na largura e 4,1cm na distância entre-eixos. Além disso, o modelo ganhou bitolas mais largas e centro de gravidade mais baixo, com maior rigidez estrutural proporcionada pela plataforma CLAR. Tudo para deixá-lo mais dinâmico e grudado ao chão. Alterações bem providenciais para a versão 330i M Sport, que traz grandes “patas” de 19 polegadas, calçadas com pneus 225/40 na frente e mais largas na traseira, 255/35.
 
Na traseira, pequeno aerofófio, saída dupla de escape e antena tubarão(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Na traseira, pequeno aerofófio, saída dupla de escape e antena tubarão (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

CORAÇÃO E onde está a graça desse sedã alemão? Podemos começar levantando o capô para revelar o coração que pulsa e dá vida ao esportivo. Trata-se de um quatro-cilindros em linha 2.0 turbo, com injeção direta de combustível (só gasolina), que despeja sem dó 258cv e 40,8kgfm de torque já a 1.500rpm. São 13cv a mais em relação à geração anterior. O propulsor faz perfeita parceria com o câmbio automático de oito marchas, que permite trocas manuais na própria alavanca ou nas aletas atrás do volante.
 
O sedã anda muito, com reações bem nervosas nas acelerações, mas sem causar desconforto quando o turbo entra em ação. As arrancadas são muito rápidas e na dança dos ponteiros do conta-giros e do velocímetro o que se vê é o asfalto passando de forma veloz e o ruído do motor tomando conta do ambiente. O câmbio trabalha de forma precisa com o motor, buscando o melhor aproveitamento da força, sem fazer trocas desnecessárias, entendendo a levada que o motorista quer imprimir. Se for pra trafegar bem manso no trânsito urbano, o conjunto mecânico aceita também, mas a sua natureza é para acelerações vigorosas.
 
As rodas são de 19 polegadas, mas na traseira com pneus mais largos(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
As rodas são de 19 polegadas, mas na traseira com pneus mais largos (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Para encontrar a melhor maneira de dirigir, o BMW 330i M Sport conta com um seletor de modos de condução. Pra quem está preocupado com o consumo de combustível, o modo correto é o Eco Pro, que deixa o motor menos nervoso e garante uma economia no fim do mês. Já o modo Comfort é para quem busca uma condição mais confortável de rodagem, com ajuste de suspensão e direção menos rígido. Mas para quem curte uma boa dose de adrenalina, o modo certo é o Sport+, que deixa o carro mais bravo, com mudanças de marchas em giros mais altos. As suspensões ficam mais firmes,
garantindo total estabilidade, bem ao estilo BMW de ser. O carro anda colado ao chão e para quem gosta de mais emoção, basta desligar os controles de tração e estabilidade e acelerar. É preciso ter braço firme, pois, se deixar, o carro sai de traseira fácil nas curvas rá- pidas. Mas pode confiar no sistema de freios, pois os quatro discos enormes e a eletrônica dão conta do recado.

TECNOLOGIA Outro grande atrativo do BMW 330i M Sport é o pacote tecnológico. Um dos destaques é o Assistente Pessoal Inteligente, acionado por comando de voz em português. A doce voz feminina atende aos chamados do motorista com um simples “Olá, BMW”. Daí pra frente basta fazer os pedidos que a moça executa as funções, como alterar a temperatura do ar-condicionado, fazer uma ligação no celular, aumentar o volume do som ou até mesmo abrir o teto solar. O sistema atua como um copiloto, possibilitando que o motorista não desvie a atenção da direção.
 
Acabamento interno sofisticado e sistema multimídia por comando de voz (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Acabamento interno sofisticado e sistema multimídia por comando de voz (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Outro sistema disponível no sedã é o Driving Assistant Professional, ideal de ser usado no trânsito lento das cidades, em congestionamentos. Com alertas visuais e sonoros, ele avisa o motorista sobre trânsito cruzado e acusa o risco de colisão traseira, além de detectar a mudança de faixa involuntária e atuar no controle de aproximação frontal, evitando batidas. Uma câmera focada no rosto do motorista controla suas reações e percebe eventuais mudanças de comportamento, acionando sistemas de segurança se preciso for.
 
Patra estacionar, o BMW 330i M Sport conta com o Parking Assistant Plus, que realiza manobras com precisão com a ajuda das câmeras de 360 graus e sensores. Mas se mesmo assim você sentir dificuldade em alguma manobra de estacionamento e tiver dificuldade para tirar o carro de uma enrascada, o Reversing Assistant certamente vai salvá-lo. O sistema registra os últimos 50 metros percorridos pelo veículo e ao ser acionado na tela da multimídia, basta engatar a ré e deixar que o carro desfaça a manobra sozinho. É possível também observar o carro pelo celular acionando a função Remote 3D View. O sistema tem várias funções, entre elas mostrar a localização exata do veículo e ainda revelar se tem alguém suspeito nas proximidades, antes de abrir as portas.
 
VISUAL Quem espera um visual que enfatiza a esportividade do modelo talvez possa ficar um pouco decepcionado com o BMW 330i M Sport. O sedã não faz o estilo espalhafatoso e segue uma linha mais discreta. A grade de duplo rim ficou mais larga na nova geração e nesta versão traz o miolo em preto com moldura cromada. O para-choque dianteiro tem grande entrada de ar e defletor, garantindo o visual esportivo. Os faróis contam com tecnologia a laser, com feixe de luz concentrado e alcance de 530 metros. As lanternas traseiras ficaram mais retilíneas e contam com LEDs. A versão esportiva traz ainda um pequeno aerofólio na tampa do porta-malas, saída dupla de escape e antena tipo tubarão.
 
Por dentro o sedã tem acabamento refinado, com console alto e largo, que abriga a alavanca de marcha, que mais parece um joy stick, e o botão giratório do sistema iDrive. O painel é todo digital e pode ter diferentes configurações. O sedã conta com luzes de boas-vindas, que iluminam seu entorno. A chave presencial acende as luzes internas automaticamente a 3 metros do carro. E a 1,5m de distância ela destrava as portas. Para abrir a tampa do porta-malas, basta passar o pé sob o para-choque.
 
O BMW 330i M Sport tem como principais concorrentes o Mercedes-Benz C300 Sport e o Audi A4 2.0 TFSI, ambos com motorização bem semelhante, mas com preços mais baixos. Outro que pode entrar na briga é o Volvo S60 T5, que tem dimensões um pouco maiores, mas a mesma potência e preço também mais baixo. É briga de cachorro grande e a escolha não é fácil.


Publicidade