Publicidade

Estado de Minas DUAS RODAS - HARLEY-DAVIDSON LOW RIDER S

A primeira volta

Equipado com motor de dois cilindros de 1.868cm³, modelo volta com suspensão dianteira invertida, freios duplos na dianteira e disposição para encarar longas distâncias nas estradas


postado em 21/09/2019 04:00 / atualizado em 20/09/2019 19:38

Téo Mascarenhas
 
O motor, batizado de Milwaukee 114, entrega 16,4kgfm de torque a 3.000rpm(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
O motor, batizado de Milwaukee 114, entrega 16,4kgfm de torque a 3.000rpm (foto: Harley-Davidson/Divulgação)
 

O modelo Low Rider apareceu pela primeira vez em 1977, durante o tradicional megaencontro de motos (especialmente Harley-Davidson), Bike Week, em Daytona, Estados Unidos. Entre as características, estava o assento baixo (low), de menor altura entre as motos da marca e uma certa customização da própria fábrica. A Low Rider pertencia à família de motos Dyna e entre 2016 e 2017 foi lançada a versão S. Porém, a versão desapareceu logo em seguida, quando a família Dyna deixou de existir em 2018, incorporada pela modernizada linha Softail.
 
Agora, a centenária marca americana relança o modelo Low Rider S, apresentado em 20 de agosto, e, pouco tempo depois, também mostra o modelo no Brasil (durante o Festival Duas Rodas, no autódromo de Interlagos, em São Paulo), confirmando seu lançamento em nosso mercado até o fim do ano, também como integrante da família Softail. O modelo segue a tradição, com o banco bastante baixo, a apenas 690mm do chão, mas incorpora recursos de tecnologia atuais.
 
O banco fica em posição mais baixa, a apenas 690mm do solo(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
O banco fica em posição mais baixa, a apenas 690mm do solo (foto: Harley-Davidson/Divulgação)
 

TECNOLOGIA A linha Softail (rabo macio) tem como marca registrada uma suspensão traseira camuflada para simular as antigas Hard Tail (rabo duro), que não tinham suspensão traseira, tarefa a cargo apenas das molas do banco e do trabalho dos pneus. A nova Low Rider S conta com um único amortecedor, que fica embaixo do quadro, com 56mm de curso e ajustes na pré-carga da mola. Já a suspensão dianteira tem o sistema invertido (Up-Side Down), com tubos de 43mm de diâmetro e 130mm de curso. Porém, sem possibilidade de ajustes.
 
Os freios dianteiros têm duplo disco, com ABS(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
Os freios dianteiros têm duplo disco, com ABS (foto: Harley-Davidson/Divulgação)
 
 
Outra providência foi a redução no ângulo de inclinação do garfo, que passou de 30 graus para 28 graus em relação à Low Rider normal (sem o S), o que reduz a distância entre-eixos e deixa o modelo mais ágil. Além disso, a Low Rider S tem duplo disco de freio dianteiro, com 300mm de diâmetro, equipados com pinças de quatro pistãos, contra apenas um disco da Low Rider padrão. O freio traseiro tem 292mm de diâmetro, com pinça de dois pistãos. Ambos com sistema ABS. Freios com maior performance para compatibilizar com o novo motor.

MOTOR O propulsor mantém a tradicional arquitetura de dois cilindros em V, mas é o novo Milwaukee 114, batizado como nome da cidade onde a marca foi fundada e 114 para indicar o número de polegadas cúbicas, que correspondem a 1.868cm³. A potência não é revelada, mas o torque alcança nada menos que 16,4kgfm a apenas 3.000rpm. Uma força que garante boas retomadas de velocidade, com um câmbio de seis marchas, que reserva a sexta na configuração de over drive, mais longa, para rodar nas estradas com baixa rotação, mas velocidade elevada.
 
O painel fica sobre o tanque, dividido em dois relógios(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
O painel fica sobre o tanque, dividido em dois relógios (foto: Harley-Davidson/Divulgação)
 
 
O estilo mais agressivo fica por conta da abolição das peças cromadas. O motor, o quadro e os escapes duplos são pintados em preto. As rodas são de liga leve, pintadas em bronze, com aro de 19 polegadas na dianteira e 16 na traseira. A posição de pilotagem é mais esportiva, com guidão mais plano e pedaleiras mais centralizadas. O visual tem ainda uma minicarenagem no farol redondo e um painel sobre o tanque (de 19 litros) com dois relojões. A lanterna traseira adota o LED na iluminação e o peso em ordem de marcha, abastecida, é de 308kg.
 
As rodas são de liga leve, pintadas em bronze(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
As rodas são de liga leve, pintadas em bronze (foto: Harley-Davidson/Divulgação)
 


Publicidade