Publicidade

Estado de Minas LANÇAMENTO

O peso da liderança

Segunda geração do Onix chega em novembro a partir de R$ 48.490, enquanto 0nix Plus começa em R$ 54.990. Veículos estreiam o novo motor 1.0 turbo com 116cv de potência


postado em 14/09/2019 04:00

(foto: Chevrolet/Divulgação)
(foto: Chevrolet/Divulgação)


A Chevrolet lançou a segunda geração da família Onix, formada pelo hatch (que está prestes a ganhar o título de modelo mais vendido do Brasil pelo quinto ano consecutivo) e o sedã (que também não faz feio, firmando-se como o quinto automóvel mais vendido). Trata-se da estreia mundial do hatch compacto, que chega às concessionárias em novembro, enquanto o sedã, que agora é chamado de Onix Plus, começa a ser vendido ainda neste mês. Vale lembrar que a geração anterior, a reestilizada, continua a ser vendida com o sobrenome Joy.
 
Com dimensões maiores e linhas mais marcantes, modelo ganhou visual agressivo(foto: Chevrolet/Divulgação)
Com dimensões maiores e linhas mais marcantes, modelo ganhou visual agressivo (foto: Chevrolet/Divulgação)
 
 
As linhas foram atualizadas, mas sem abrir mão da identidade dos modelos. A grade tomou quase toda a dianteira. O capô está mais longo e baixo. A área envidraçada foi ampliada e, de forma geral, o Onix ganhou um porte mais atlético. O hatch ganhou 4 centímetros de distância entre-eixos, que agora é de 2,57 metros. Já o sedã, ganhou 19cm de comprimento, totalizando 4,47m. Também houve ganho em largura, com 1,74m (mais 4cm), e entre-eixos, com 2,60m (mais 7cm). O maior espaço abre as portas para que o modelo participe também, nas versões mais caras, do segmento dos compactos premium.
 
Novo motor 1.0 turbo tem 116cv de potência; tela flutuante do sistema multimídia MyLink tem sete polegadas(foto: Chevrolet/Divulgação)
Novo motor 1.0 turbo tem 116cv de potência; tela flutuante do sistema multimídia MyLink tem sete polegadas (foto: Chevrolet/Divulgação)
 
 
Com isso, o interior ganhou mais espaço. Por dentro, tudo novo: os bancos dianteiros trazem o apoio de cabeça integrado ao encosto, e, opcionalmente, podem ganhar revestimento em couro nas composições preto com cinza ou preto com caramelo. O volante foi redesenhado, ganhando melhor empunhadura, além de regulagem em altura e distância. Já o sistema multimídia traz tela flutuante de sete polegadas, que tem melhor visualização.

MOTORES Uma das principais críticas aos modelos era a linha de motores, já bastante defasada. A resposta chega com a oferta de dois propulsores novos da família Ecotec. Um 1.0 flex de três cilindros passa a equipar os modelos de entrada, com até 82cv de potência e 10,6kgfm de torque, aliado ao câmbio manual de cinco marchas. Já as versões mais caras trazem sob o capô um motor 1.0 turbo, que entrega até 116cv e 16,8kgfm. Com esse propulsor, fabricado no Brasil, o sedã acelera até os 100km/h em 9,7 segundos. De acordo com o Inmetro, quando abastecido com gasolina, o consumo de combustível do Onix Plus Turbo com câmbio manual é de 13,7km/l na cidade e 17km/l na estrada. Abastecido com etanol, o consumo passa a ser 9,6km/l em ciclo urbano e 12,2km/l no rodoviário.
 
(foto: Chevrolet/Divulgação)
(foto: Chevrolet/Divulgação)
 

SEGURANÇA Outro ganho importante foi em segurança. Os modelos agora trazem de série seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controle eletrônico de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, monitoramento da pressão dos pneus, Isofix e Top Tether. Com isso, junto à nova plataforma modular GEM (Global Emerging Markets), hatch e sedã receberam nota máxima (5 estrelas) para proteção a adultos e crianças pelo Latin NCAP, além do Prêmio Advanced Award pela proteção de pedestres.

CONECTADO Como já era esperado, a família Onix recebeu a última versão da central multimídia MyLink, que fez sua estreia na recente reestilização do Cruze, que traz como destaque a conexão Wi-Fi 4G nativa. O serviço é oferecido de forma gratuita durante três meses, depois é preciso contratar algum plano de dados, de 2GB até 20GB/mês. Essa conectividade permite, por exemplo, ligar o ar-condicionado do veículo antes mesmo de embarcar, por meio de um aplicativo. Outra possibilidade é fazer a atualização remota de determinados módulos eletrônicos do carro sem ir à concessionária. Outra novidade é a possibilidade de parear por Bluetooth dois celulares simultaneamente. A central ainda mantém os serviços do OnStar, com funções como auxílio para resgate em caso de acidente e recuperação veicular em caso de roubo e furto.
 
Interior foi todo renovado, dos bancos ao volante(foto: Chevrolet/Divulgação)
Interior foi todo renovado, dos bancos ao volante (foto: Chevrolet/Divulgação)
 

PREÇO E CONTEÚDO Onix e Onix Plus trazem o mesmo conteúdo por versão, variando apenas o preço, já que os sedãs sempre custaram mais que os hatches. Nas versões de entrada Onix 1.0 manual (R$ 48.490) e Onix Plus LT 1.0 manual (R$ 54.990) a lista de equipamentos de série traz ar-condicionado, direção elétrica, chave canivete, computador de bordo, controlador de limite de velocidade, volante multifuncional, vidros e travas elétricos, banco traseiro bipartido e rebatível, som com Bluetooth e entrada USB dupla, tomadas USB para o banco traseiro, para-choques pintados na cor do veículo, roda de aço aro 15 polegadas com calotas. A versão seguinte do Onix é a LT 1.0 manual (R$ 51.590), que acrescenta o sistema multimídia MyLink.
 
Já no pacote LT 1.0 Turbo manual (R$ 57.590 e R$ 61.190) os modelos passam a trazer faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas, sistema multimídia com OnStar e Wi-Fi. Na LT 1.0 Turbo automática (R$ 62.890 e R$ 66.490), além do câmbio automático de seis marchas, hatch e sedã somam controle de velocidade de cruzeiro e volante revestido em couro.
 
A versão LTZ 1.0 Turbo manual (R$ 60.990 e R$ 65.790) acrescenta chave presencial (para destravar as portas e dar partida no motor por botão), faróis automáticos, câmera de ré e carregador wireless para o celular. A LTZ 1.0 Turbo automática (R$ 66.290 e R$ 70.990) também soma controle de velocidade de cruzeiro e volante revestido em couro. A topo de linha é a versão Premier 1.0 Turbo automática (R$ 69.990 e R$ 73.190), que ainda traz rodas de 16 polegadas, faróis tipo projetor, luz de posição e lanternas em LED. Conteúdos como assistente de estacionamento semiautônomo e sensor de ponto cego ainda estão disponíveis como opcionais.


Publicidade