Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Vitrine com história

Tradicional encontro de motos clássicas na histórica cidade mineira atrai participantes de várias partes do país e já se transformou em palco de lançamentos da indústria


postado em 06/07/2019 04:08

As motos ficaram concentradas na praça principal e nas ruas da antiga cidade, para apreciação dos visitantes(foto: Diivulgação)
As motos ficaram concentradas na praça principal e nas ruas da antiga cidade, para apreciação dos visitantes (foto: Diivulgação)

 


A centenária e histórica Tiradentes, em Minas Gerais, se transformou na capital nacional do motociclismo, atraindo viajantes de todas as partes do Brasil, com a realização da 27ª edição do Bike Fest, entre 26 e 30 de junho. No início, era o encontro de motos clássicas e, atualmente, ganhou a dimensão de uma verdadeira vitrine para exposição de novos modelos, além de acessórios, equipamentos e serviços. O balanço de quase uma semana do encontro aponta um público de cerca de 35 mil pessoas e mais de 100 motos de grande porte comercializadas.

 

Foram 53 expositores e 16 bandas no festival de jazz e blues paralelo. Palestras sobre planejamento e segurança nas viagens também fizeram parte. As montadoras aproveitaram o palco para apresentar seus modelos nos estandes da área coberta. A Honda mostrou em primeira mão a nova Africa Twin, que vai chegar ao mercado em agosto. A Triumph lançou nacionalmente a Scrambler 1200 da linha de clássicas. A BMW apresentou as novas aventureiras R 1250 GS, assim como a Kawasaki, com a Versys 1000 Grand Tourer. A Harley-Davidson mostrou a FXDR 114 e a Ducati sua linha com DNA esportivo.


Publicidade