Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mais um aventureiro: Fiat Argo Trekking


postado em 06/04/2019 05:11

A Fiat foi uma das precursoras no segmento dos modelos aventureiros de fachada, aqueles que querem parecer utilitário-esportivo, mas que geralmente trazem apenas penduricalhos de plástico e, no máximo, a suspensão ligeiramente elevada. Seguindo essa linha, a montadora fez sucesso no mercado com a família Adventure, que foi disponibilizada nos modelos Palio Weekend, picape Strada, Idea e até no Doblò. Agora é a vez de o Argo ganhar a versão aventureira, que chegará ao mercado em breve com o conhecido nome Trekking, já usado pela marca.


Com quase dois anos de mercado, o Argo ainda não fez o sucesso esperado pela Fiat. O modelo encerrou 2018 como o oitavo mais emplacado (63.011 unidades), ficando muito atrás do líder Chevrolet Onix, que fechou o ano com mais de 210 mil unidades vendidas. O Argo ficou atrás até do velho VW Gol (77.612 unidades). Em 2019, a situação parece ter melhorado um pouco e o hatch compacto da marca italiana já aparece como o quinto modelo mais emplacado, com 11.594 unidades, atrás de Chevrolet Onix, Ford Ka, Hyundai HB20 e Chevrolet Prisma.


Para tentar impulsionar ainda mais as vendas do Argo, que recentemente atingiu a marca de 100 mil unidades produzidas, a Fiat confirmou a chegada da versão Trekking, com acesso ao mercado provavelmente neste mês. Seguindo a receita da casa, o aventureiro de fachada terá os adereços habituais, como molduras de plástico nas caixas de rodas, saias e apliques laterais, com a inscrição Trekking em destaque.


Pela foto divulgada pela montadora notam-se outros detalhes em preto, como uma faixa larga no capô, o teto e os retrovisores. As rodas de liga leve têm desenho diferenciado e são pintadas de cinza, calçadas com pneus de uso misto. O interior também traz detalhes que identificam a versão Trekking.


A Fiat não revelou detalhes mecânicos da versão aventureira, mas é provável que tenha a suspensão ligeiramente elevada e com ajuste mais adequado para trafegar sobre pisos irregulares, sem comprometer a estabilidade. Tudo indica que a versão deve ser equipada com motor 1.3 Firefly, de 101cv (gasolina)/109cv (etanol), associado ao câmbio manual. O preço ainda não foi revelado, mas certamente deve ultrapassar a caso dos R$ 60 mil.


Publicidade