Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

A Harley assobiou

Equipado com motor elétrico e características esportivas, modelo tem painel em forma de tablet que se conecta ao smartphone, visual futurista e freios superdimensionados


postado em 02/03/2019 05:10

Autonomia é de 177 quilômetros e a aceleração até os 100km/h é feita em 3,5 segundos(foto: Harley-Davidson/Divulgação)
Autonomia é de 177 quilômetros e a aceleração até os 100km/h é feita em 3,5 segundos (foto: Harley-Davidson/Divulgação)



Desenvolvida desde 2014, a motocicleta elétrica LiveWire chega ao mercado americano a partir de agosto, já como modelo 2020, a um custo de US$ 29.800. Se nos Estados Unidos a pré-venda já foi aberta, por aqui ainda não há previsão, embora a Harley-Davidson do Brasil estude sua viabilidade para o nosso mercado. O ousado projeto faz parte de um extenso programa de renovação e modernização da linha, porém, teve que vencer resistências para se apresentar como uma legítima Harley-Davidson sem o clássico motorzão V2 e seu retumbante som.
Em vez da vigorosa “melodia” do propulsor, a LiveWire, que nem escapamento tem (contribuindo com o meio ambiente), produz uma espécie de assobio. Para que ficasse mais conhecida e essa transição aconteça sem traumas, a Harley-Davidson organizou várias caravanas ao longo do país (embarcamos em uma delas para testar o modelo), cruzando todo o Tio Sam, além de coletar sugestões para sua evolução. O curioso é que a versão final apresentada agora é praticamente a mesma do modelo original.

ASSOBIO Para rodar maiores distâncias sem a necessidade de recargas, a motocicleta ganhou mais capacidade de armazenar energia. A autonomia declarada é de 177 quilômetros, e as baterias podem ser recarregadas em qualquer tomada, incluindo as domésticas. O modelo vai contar com incentivos fiscais em alguns países, além de menor custo da energia na hora de “encher o tanque”. Para compensar o peso, as baterias ficam na parte de baixo e integram a estrutura do quadro, construído em alumínio forjado, pesando apenas 6,3 quilos. Já o motor elétrico, com potência equivalente a 74cv e torque de 7,14Kgfm, fica por baixo de tudo, rebaixando o centro de gravidade.

Na hora de acelerar (a transmissão é por correia), outra curiosidade: não se percebe o motor em funcionamento. Porém, basta um pequeno giro no acelerador para que a resposta seja imediata, atingindo 100km/h em 3,5 segundos. É que o motor elétrico fornece 100% de torque o tempo todo, deixando a pilotagem prazerosa, acompanhada do assobio. O estranho é que não há nem pedal de marchas e nem manete de embreagem. Na hora de brecar, outra surpresa: a energia das frenagens é usada para recarregar as baterias, além de também funcionar como uma espécie de freio motor.

TELÃO Em conjunto com o freio regenerativo, a LiveWire conta com duplo disco dianteiro com pinças Brembo e disco traseiro, equipados com sistema ABS. Outro destaque é o painel, com uma espécie de tablet com tela tátil de 10,9 centímetros, GPS incluso, além da conectividade desenvolvida pela japonesa Panasonic, que permite conexão com o celular e monitoramento remoto informando o nível das baterias, localização da moto e também alerta de movimentação não autorizada (o famoso amigo do alheio).


O visual futurista, que poderia chocar os mais puristas, é completado por rodas de liga leve com aro de 17 polegadas na dianteira, como nas esportivas. A suspensão dianteira (herdada da XR 1200) é invertida, outra característica esportiva, e a traseira tipo mono em balança. Ambas são da marca Showa e plenamente reguláveis. O farol único fica em uma moldura e tem iluminação em LED, assim como as setas e o farolete traseiro, que fica dependurado junto à placa. Como em seus demais modelos, a Harley-Davidson vai oferecer extensa lista de acessórios e equipamentos.


Publicidade