Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mais um SUV médio no ringue

Chery Tiggo7 foi apresentado durante o Salão de SP, e se junta aos modelos Tiggo2 e Tiggo 5X, que compõem a gama de veículos com maior apelo de vendas da marca


postado em 23/02/2019 05:05

Utilitário-esportivo médio tem 4,50 metros de comprimento e 2,67m de entre-eixos(foto: Caoa Chery/Divulgação)
Utilitário-esportivo médio tem 4,50 metros de comprimento e 2,67m de entre-eixos (foto: Caoa Chery/Divulgação)



A Caoa Chery lançou o Tiggo7, seu terceiro SUV disponível no Brasil, fabricado sob regime de CKD (em que os componentes são importados e apenas montados) na planta de Anápolis (em Goiás). Trata-se de um utilitário-esportivo médio – com 4,50 metros de comprimento, 1,83m de largura, 1,67m de altura e 2,67m de entre-eixos –, dimensões superiores às do Jeep Compass, o SUV mais bem-sucedido do mercado nacional.


O porte é robusto, com o capô alto e linha de cintura elevado, mas amenizado pelas linhas suaves (repare que o para-choque traseiro mal faz volume) e um conjunto óptico discreto. Antena tubarão e saída dupla de escapamento dão o toque esportivo. As rodas de liga leve podem ser de 17 e 18 polegadas. Faróis de neblina com função cornering são de série, além de luzes de rodagem diurna e lanternas em LED. O modelo é construído sobre a uma plataforma modular usada em SUVs maiores e, segundo o fabricante, 60% da sua estrutura leva aços de alta resistência.


O interior traz design limpo, com poucos comandos. O destaque é a tela de 9 polegadas do sistema multimídia (que conecta com o smartphone por Android Auto e Apple CarPlay), além do display de 4,8 polegadas que compõe o painel de instrumentos. Bancos revestidos em couro e teto solar panorâmico, como se pode ver nas fotos de divulgação, são mimos da versão de topo. Já a chave presencial (para destravar portas e ligar o motor), freio de estacionamento elétrico com função Auto Hold, e saída de ar-condicionado para o banco traseiro são de série. O porta-malas tem volume de 414 litros, nada que impressione.

MOTOR Apenas um motor equipa o SUV, um bloco 1.5 flex turbo com potências de 147cv e 150cv (gasolina/etanol) a 5.500rpm e 21,4kgfm de torque máximo entre 1.750rpm e 4.000rpm. O câmbio é automatizado de dupla embreagem de seis marchas, com opção de trocas manuais pela alavanca. Ainda é possível optar por dois modos de condução, um para privilegiar o baixo consumo de combustível e outro para uma condução mais esportiva. As suspensões são independentes, tipo McPherson na dianteira e Multilink na traseira.

CONTEÚDO São duas versões diponíveis. O Tiggo7 T (R$ 106.990), versão de entrada, traz de série airbags frontais, espelho rebatível com aquecimento, rodas de 17 polegadas, banco do motorista com ajuste manual de altura, vidros elétricos com função “um toque”, ar-condicionado digital, central multimídia, sensor de chuva, câmera de ré, sensores dianteiros e traseiros de estacionamento, sensor de pressão e temperatura dos pneus, Isofix, controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.


O Tiggo7 TXS (R$ 116.990) acrescenta teto solar elétrico, rodas de 18 polegadas, luz ambiente interna, bancos em couro, banco do motorista com ajustes elétricos, descanso de braço traseiro, ar-condicionado com duas zonas de temperatura, airbags laterais e de cortina e câmera com visão em 360 graus. O modelo será vendido nas cores metálicas preto, prata e cinza, além do branco perolizado. A Caoa Chery oferece 3 anos de garantia para o veículo e 5 anos para motor e câmbio.


Publicidade