Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Não tem regra entre casal, defende Flávia Alessandra


postado em 16/12/2018 05:07

Em O sétimo guardião, a atriz vive a cômica Rita de Cássia, que também tem suas fantasias(foto: Estevam Avellar/Globo )
Em O sétimo guardião, a atriz vive a cômica Rita de Cássia, que também tem suas fantasias (foto: Estevam Avellar/Globo )

Flávia Alessandra interpreta a cômica Rita de Cássia em O sétimo guardião, na Globo. Casada com o delegado Machado (Milhem Cortaz), ela apoia que o marido use calcinha. Aliás, eles têm usado a lingerie feminina para apimentar a relação. Só que a mulher também tem uma fantasia e, ao revelá-la, a reação do cônjuge não é positiva como ela esperava.

“A gente está conseguindo trazer à tona um pouco dessa discussão, porque ela também tem fantasias. E aí começa um conflito entre o casal, porque até que ponto é ok para a fantasia dele e para a dela não? Não tem um código de ética para qual fantasia pode e qual não pode”, opina a atriz.

O sonho de Rita de Cássia é ser uma grande atriz da TV e do cinema. Por isso, sua fantasia era gravar uma cena do documentário de Leonardo (Jaffar Bambirra) tomando um banho nua na cachoeira. Só que Machado não está sendo compreensivo inicialmente com o desejo da esposa. Segundo Flávia, os fetiches do casal são tratados de forma leve na história. “Estamos seguindo uma linha tênue de fazer com sensibilidade, responsabilidade e verdade. Acho que assim fica bacana, porque todo mundo tem uma fantasia”, afirma.

Flávia relata que, no momento em que estava fazendo a leitura da sequência sobre a revelação da fantasia de Rita de Cássia, uma discussão começou na mesa. Afinal, o delegado Machado não aceita a fantasia da esposa. Apesar da reação negativa do personagem de Milhem, a atriz defende que o acordo entre o casal deve prevalecer.

CHANTAGEM E SEDUÇÃO
“O que pode parecer um pouco absurdo para as pessoas, a gente está tratando de uma forma delicada e real. Não tem regra entre um casal do que pode ou não. Se não te fere, se teu companheiro está de acordo, sejam felizes”, acredita.

As situações engraçadas entre Rita de Cássia e Machado são e serão muitas ao longo do folhetim. De acordo com Flávia, nem ela imaginava que tinham tantas especificações para a roupa íntima feminina. “Tem momentos em que a Rita, numa chantagem e sedução, vai linkando para ele as possibilidades da calcinha. Tem tanta definição de modelo que nem como mulher sabia. Falei: ‘Gente, me deixa pesquisar’. Ele vai desfilar muito de lingerie e a gente pode fazer uma votação depois para ver qual é o modelo favorito”, afirma. (Estadão Conteúdo)


Publicidade