Publicidade

Estado de Minas TESTE

Título de notícia

resumo


postado em 16/08/2018 09:09 / atualizado em 16/08/2018 10:42

A campanha para o governo de Minas Gerais começa hoje, ainda às voltas com a divisão do PSB e à espera de uma decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Marcio Lacerda a governador do estado. Caberá à corte dar uma solução para o impasse que embolou a disputa pelo Palácio da Liberdade. A assessoria do tribunal informou que o assunto não está na pauta da  sessão marcada para a tarde de hoje, mas não descartou a possibilidade de uma mudança. 

Ontem, no último dia para a entrada de pedido de registros de candidatos, enquanto a direção municipal da legenda protocolava a candidatura do ex-prefeito de Belo Horizonte, integrantes da direção estadual questionavam o ato e reforçavam a aliança em torno da reeleição de Fernando Pimentel (PT).

A campanha para o governo de Minas Gerais começa hoje, ainda às voltas com a divisão do PSB e à espera de uma decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Marcio Lacerda a governador do estado. Caberá à corte dar uma solução para o impasse que embolou a disputa pelo Palácio da Liberdade. A assessoria do tribunal informou que o assunto não está na pauta da  sessão marcada para a tarde de hoje, mas não descartou a possibilidade de uma mudança. 

A campanha para o governo de Minas Gerais começa hoje, ainda às voltas com a divisão do PSB e à espera de uma decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Marcio Lacerda a governador do estado. Caberá à corte dar uma solução para o impasse que embolou a disputa pelo Palácio da Liberdade. A assessoria do tribunal informou que o assunto não está na pauta da  sessão marcada para a tarde de hoje, mas não descartou a possibilidade de uma mudança. 

A campanha para o governo de Minas Gerais começa hoje, ainda às voltas com a divisão do PSB e à espera de uma decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Marcio Lacerda a governador do estado. Caberá à corte dar uma solução para o impasse que embolou a disputa pelo Palácio da Liberdade. A assessoria do tribunal informou que o assunto não está na pauta da  sessão marcada para a tarde de hoje, mas não descartou a possibilidade de uma mudança. 

A campanha para o governo de Minas Gerais começa hoje, ainda às voltas com a divisão do PSB e à espera de uma decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Marcio Lacerda a governador do estado. Caberá à corte dar uma solução para o impasse que embolou a disputa pelo Palácio da Liberdade. A assessoria do tribunal informou que o assunto não está na pauta da  sessão marcada para a tarde de hoje, mas não descartou a possibilidade de uma mudança. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade