Publicidade

Estado de Minas FOZ DO IGUAçU

Pausa para meditar

City tour em ônibus panorâmico passa por belas paisagens e monumentos históricos


postado em 11/02/2020 04:00

Momento para relaxar em um dos maiores templos budistas da América Latina (foto: Marden Couto/Turismo de Minas)
Momento para relaxar em um dos maiores templos budistas da América Latina (foto: Marden Couto/Turismo de Minas)

 
Sou apaixonada por ônibus turístico. Toda cidade que visito e que tem um eu embarco. E é logo a primeira coisa que faço, para ter um panorama geral do destino e traçar meu próprio roteiro para os dias seguintes. O ônibus turístico de Foz do Iguaçu não é um hop on hop off, que circula o tempo todo e você pode descer e subir. Ele tem duas saídas diárias, às 9h e às 14h, e a gente faz o percurso do início ao fim, com 3 horas de duração.
 
O passeio passa por seis pontos turísticos: Avenida Brasil, antigo aeroporto, 34º Batalhão de Infantaria Mecanizada, Hotel Cassino, Colégio Bartolomeu Mitre e Colégio Agrícola, e tem três paradas – templo budista, mesquita islâmica e marco das três fronteiras. Um guia de turismo acompanha o grupo e vai dando todas as informações sobre a cidade. O imenso templo budista, com 50 hectares, tem lindos jardins e mais de 120 estátuas de Buda, além de um santuário com arquitetura chinesa e uma lojinha de artesanato. No centro do jardim, a escultura do Buda Maitreya ganha destaque, com seus sete metros de altura.
 
Outro atrativo no passeio é a Mesquita Omar Ibn Al-Khatab(foto: Marden Couto/Turismo de Minas)
Outro atrativo no passeio é a Mesquita Omar Ibn Al-Khatab (foto: Marden Couto/Turismo de Minas)
 
 
A Mesquita Omar Ibn Al-Khatab é uma bela construção branca, com minaretes (torres) de 31 metros de altura, de onde ecoam os chamados para oração cinco vezes ao dia. As mulheres só podem entrar com a cabeça e os ombros cobertos, por isso eles disponibilizam véus na chegada. As pernas também devem estar totalmente cobertas (é melhor ir de calça ou de saia longa). Na saída não deixe de provar os doces da Albayan Doceria Árabe, que fica de frente da mesquita.
 
A última parada é no marco das três fronteiras, onde tem uma placa apontando a direção para os três países, que é parada obrigatória para fotos. Ali fica também uma réplica das construções das missões jesuíticas, que colonizaram a região nos séculos 16 e 17. Além de um espaço com grafites de artistas do Brasil, da Argentina e do Paraguai, um restaurante e lanchonetes. À noite tem show com apresentações de músicas e danças típicas da tríplice fronteira. A Iguaçu CityTour opera linhas turísticas também em Ciudad del Este, no Paraguai, e em Puerto Iguazu, na Argentina.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade