Publicidade

Estado de Minas

Mergulho de corpo e alma

Para os amantes de aventura, passeios radicais levam os visitantes, em botes super-rápidos, até bem próximo das cataratas


postado em 11/02/2020 04:00

Luana Bastos
Especial para o EM
 
Prepare-se para tomar um banho nas águas geladas das Cataratas do Iguaçu. Aventura divertida é de tirar o fôlego (foto: Marden Couto/Turismo de Minas)
Prepare-se para tomar um banho nas águas geladas das Cataratas do Iguaçu. Aventura divertida é de tirar o fôlego (foto: Marden Couto/Turismo de Minas)
 

Minha dica é: não saia de Foz do Iguaçu sem fazer o passeio do Macuco Safári. A experiência de navegar pelo Iguaçu e literalmente entrar debaixo das cataratas é incrível! A primeira parte do passeio é feita em um trenzinho elétrico no meio da mata. Depois, desembarcamos e fazemos uma trilha de 600 metros até chegar ao rio. E é agora que a aventura começa.
 
Coletes salva-vidas colocados, já podemos embarcar. Cada barco a motor, apesar de parecer um bote, tem 20 cadeiras, e leva os turistas corajosos em alta velocidade pelas águas turvas do rio. E quando eu achei que a emoção já estava no máximo, nosso barco acelerou para debaixo da cortina de águas das cataratas. Quase morri do coração, achando que ia bater na parede, mas a única coisa que aconteceu foi um belo banho. Ainda estava recuperando o fôlego quando nosso piloto jogou o barco mais uma vez naquela imensidão de água. Confesso que fiquei com muito medo, mas foi uma das melhores coisas que já fiz na vida!
 
Fim de tarde no lago da usina de Itaipu (acima). Que tal pegar um sol em uma praia artificial? No Blue Park (E), é possível(foto: Álvaro Duarte/EM/D.A Press)
Fim de tarde no lago da usina de Itaipu (acima). Que tal pegar um sol em uma praia artificial? No Blue Park (E), é possível (foto: Álvaro Duarte/EM/D.A Press)
 

Kattamaram II A bordo do Kattamaram II tive a oportunidade de navegar pelos rios Paraná e Iguaçu, que delimitam as fronteiras entre os três países. O barco zarpa às 17h, e vai deslizando sobre as águas internacionais até passar sob a Ponte da Fraternidade, que liga o Brasil à Argentina, e sob a Ponte da Amizade, que liga o Brasil ao Paraguai.
 
Contemplar o pôr do sol de uma perspectiva diferente, ao som de música popular brasileira e tomando um drinque foi uma ótima pedida. No passeio está incluso o jantar self-service, com opções de entrada, prato principal e sobremesa. A comida estava apetitosa!

Blue Park E não é que deu até praia em Foz do Iguaçu? Com areia nos pés e muitas espreguiçadeiras na beirada de uma enorme piscina de ondas, aproveitei para colocar o bronzeado em dia no Blue Park. O parque aquático foi inaugurado há um ano e é um atrativo e tanto para a cidade. Ele é de água termal, que sai direto do Aquífero Guarani a 30 graus, deixando a experiência ainda mais agradável.
 
Numa área de 11 mil metros quadrados, além da praia, da piscina de ondas, com nove tipos de ondas de até 1,20m de altura, e do bar molhado, o visitante pode fazer tirolesa, pescar, passear nas lojinhas e na praça de alimentação. A outra parte do empreendimento será inaugurada até o fim do ano, com mais piscinas, toboáguas radicais, rio lento e área kids. O Blue Park fica anexo ao Mabu Thermas Grand Resort e terá ainda o My Mabu, empreendimento de propriedade fracionada.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade