Publicidade

Estado de Minas FOZ DO IGUAçU

Surpreendentemente bela

Desde 2012, as Cataratas do Iguaçu são reconhecidas como uma das sete maravilhas da natureza


postado em 11/02/2020 04:00

Luana Bastos
Especial para o EM
 
Volume de água que escorre pelas Cataratas do Iguaçu impressiona. São 270 quedas em todo o parque (foto: Fotos: Marden Couto/Turismo de Minas)
Volume de água que escorre pelas Cataratas do Iguaçu impressiona. São 270 quedas em todo o parque (foto: Fotos: Marden Couto/Turismo de Minas)
 

Em 1916, Alberto Santos Dumont – o mineiro inventor do avião – visitou a região das Cataratas do Iguaçu e ficou encantado com o que viu. Decidiu então usar sua influência para que a área com mais de 180 mil hectares, que era de propriedade particular, passasse a ser pública. E, em 1939, o então presidente da República Getúlio Vargas inaugurou o Parque Nacional do Iguaçu.
 
Setenta por cento do parque fica no Brasil e 30% na Argentina. Portanto, prepare-se para visitar as cataratas dos dois lados. E nem pense que é tudo a mesma coisa, porque são experiências diferentes e complementares. As Cataratas do Iguaçu são a coisa mais linda do mundo! As 270 quedas despencando de 80m sobre o Rio Iguaçu, com 2.700m de extensão, e o forte verde da mata, contrastando com o azul do céu, cria uma imagem difícil de descrever.
 
Além das famosas cataratas, o parque abriga quase 600 espécies de animais, entre mamíferos, anfíbios e aves, com destaque para os quatis, que podemos ver facilmente pelas trilhas. O parque se estende por 14 municípios, mas a entrada só é possível por Foz do Iguaçu, no Brasil, e por Puerto Iguazu, na Argentina.

Cataratas Brasileiras Ao chegar no parque, a gente embarca em um ônibus de dois andares, com a parte superior aberta para que possamos ir apreciando a vista. Os ônibus são lindos, cada um plotado com um bicho encontrado no parque.
 
A estação principal é em frente ao início da trilha, que tem 1.200 metros de extensão e muitos mirantes. A cada novo passo descobria uma paisagem mais linda que a outra. Foram inúmeras paradas para fotos até chegar à passarela, onde senti toda a energia do lugar.
 
Prepare-se para molhar, pois a força da água é tão grande, que cria uma névoa constante. Mas o banho faz parte da experiência! Caminhar sobre as águas do Rio Iguaçu e poder ver de um lado o paredão de água e do outro o precipício é muito marcante. A gente se sente minúsculo no meio daquilo tudo.
 
Depois da caminhada, pegue o elevador e vá até o ponto mais alto do lado brasileiro, de onde é possível ter uma visão panorâmica das cataratas.
 
De lá siga, para o Restaurante Porto Canoas, que fica dentro do parque, e tem um deque sobre o rio. Foi delicioso almoçar com aquela vista.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade