Publicidade

Estado de Minas BATE E VOLTA - MIRELLA

No veio da terra


postado em 03/12/2019 04:00

Para os amantes de aventura, o Cânion da Usina é local perfeito para a prática de rapel(foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)
Para os amantes de aventura, o Cânion da Usina é local perfeito para a prática de rapel (foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)

 
 
Distante 494 quilômetros da capital mineira, Mirabela conta com 13,6 mil habitantes, um povo simples e acolhedor, que conserva o sotaque matuto. A Capital da Carne de Sol dispõe de várias cavernas e o Cânion da Usina Velha. Antiga parada de tropeiros, o município também é conhecido como Terra do Santo, já que na segunda metade do século 19,  a área onde surgiu o núcleo urbano foi “doada” a São Sebastião.
 
O presidente do Conselho Municipal de Turismo (Contur) de Mirabela, Adriano Duarte da Silva, o Adriano Biscoito, que também é vereador na cidade,  ressalta que os atrativos estão perto da área urbana, o que facilita as visitas. Adriano lembra que o Cânion da Usina, uma das principais atrações de Mirabela, está a uma distância de apenas dois quilômetros da sede do município.
 
Na região das cavernas, o turista se depara com a bela paisagem da Gruta do Lago da Ilusão (foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)
Na região das cavernas, o turista se depara com a bela paisagem da Gruta do Lago da Ilusão (foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)
 
 
Conforme explica o presidente do Comtur, o passeio na área do cânion começa com uma visita às ruínas de uma antiga usina hidrelétrica, no córrego Brejinho, que gerava energia para a cidade. A usina foi desativada há cerca de 50 anos. Na  sequência, o visitante  chega à área da “prainha”, dentro de uma gruta. Depois, passa pela Gruta do Padre Cícero, indo até a Serra do Peralta.
 
A região do cânion  concentra formações rochosas e paredões, ideais para escaladas e prática da descida de rapel. Os atrativos podem ser percorridos durante quatro horas de caminhada. É recomendável que o visitante esteja acompanhado de um guia local, além de usar roupas e calçados apropriados.
 
Entre outros atrativos, a queda d%u2019água da Cachoeira do Riachão é refúgio dos moradores (foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)
Entre outros atrativos, a queda d%u2019água da Cachoeira do Riachão é refúgio dos moradores (foto: prefeitura de Mirabela/divulgação)
 
 
Outra boa dica para apreciar a natureza em Mirabela é visitar as cavernas do distrito de Muquém, a nove quilômetros da área urbana. O lugarejo conta com a Gruta da Água Salôbra e com a Gruta do Muquém propriamente dita. (LR)

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade