Publicidade

Estado de Minas

Preços mais em conta

Buscador global de viagens aponta destinos latinos mais procurados pelos brasileiros


postado em 10/09/2019 04:00

Casa Rosada: Buenos Aires, que aparece como o segundo destino internacional mais buscado entre os brasileiros, é o mais barato da lista(foto: Fabiano Banin/Flickr)
Casa Rosada: Buenos Aires, que aparece como o segundo destino internacional mais buscado entre os brasileiros, é o mais barato da lista (foto: Fabiano Banin/Flickr)

 

A alta do dólar tem levado viajantes brasileiros a optar por destinos vizinhos na baixa temporada. Pesquisa realizada pelo Skyscanner, buscador global de viagens, analisou valores para uma viagem de sete dias em outubro entre as cinco cidades latino-americanas mais procuradas pelos brasileiros: Buenos Aires, Lima, Montevidéu, San Andres e Santiago.

 

Buenos Aires, que aparece como o segundo destino internacional mais buscado entre os brasileiros, perdendo apenas para Lisboa, é o mais barato da lista. O total da viagem fica em torno de R$ 1.670, incluindo voos diretos, hospedagem em hotel três-estrelas e passeios para algumas das atrações da cidade, como show de tango e Casa Rosada. Em segundo lugar ficou Montevidéu, no Uruguai, que também registrou um bom custo/benefício com uma viagem internacional, por menos de R$ 2 mil para sete dias. Os outros destinos oscilaram entre R$ 2.200 e R$ 3.200.

 

A gerente de Marketing e Comunicação do Skyscanner, Tahiana Rodrigues, destaca que o viajante que deseja explorar pela primeira vez um destino fora do país pode começar pelos destinos na América Latina. “Além da facilidade no idioma, o câmbio é favorável, o custo é bem menor que em outros lugares no exterior e tem a vantagem de poder viajar apenas com o documento de identidade, sem se preocupar com visto de entrada e passaporte”, comenta. Por outro lado, é preciso ficar atento às temporadas de altas e baixas nos preços.

 

Dezembro lidera como o mês mais caro para a maioria desses destinos latinos. Já maio e outubro são ótimos meses para visitar as cidades. Para quem deseja conhecer Santiago, é melhor evitar viajar em julho, historicamente 36% mais caro do que o mês mais barato, que é outubro. O mesmo vale para Buenos Aires, com 30% de aumento comparado a maio, que é o período mais em conta. Já para Lima, viajar em janeiro é 21% mais caro do que em maio. Em Montevidéu, dezembro deve ser evitado, pois os preços são 33% maiores do que outubro. E em San Andres, julho é o mais crítico, com aumento de 33% se comparado a maio.


Publicidade