Publicidade

Estado de Minas BATE E VOLTA - PICO DO IBITURUNA (MG)

Diversão nas alturas

A capital mundial do voo livre é um dos principais cartões-postais das terras valadarenses


postado em 23/08/2019 06:00 / atualizado em 19/08/2019 17:21

Região é referência em voo livre e abriga campeonatos mundiais(foto: Marcos Michelin/EM/D.A Press - 5/6/10)
Região é referência em voo livre e abriga campeonatos mundiais (foto: Marcos Michelin/EM/D.A Press - 5/6/10)
 
Famoso pela vista abençoada e pelos reconhecidos campeonatos de voo livre, o Pico do Ibituruna, em Governador Valadares, é figurinha carimbada para aventureiros de plantão. Localizado no Vale do Rio Doce, a área de proteção ambiental (APA) do Pico do Ibituruna é a única de Governador Valadares, já que o local abriga importante fauna e flora. Ibituruna fica a 11 quilômetros do Centro de Valadares, a partir da BR-116.
 
Do alto, a vista é exuberante. O contraste do relevo montanhoso e da cidade lá embaixo parece um quadro digno de estar em um luxuoso museu. O horizonte proporcionado merece uma selfie. Devido às atividades econômicas da região, foi construído um lago artificial com 11 mil metros quadrados, localizado no sopé da montanha.
 
Mas o que faz do pico um marco turístico são os voos de parapente realizados no local. Com altitude de 1.123 metros, muitos paraquedistas se aventuram nas rampas naturais e duas em madeira para a decolagem. Há algumas empresas com instrutores na cidade para quem quiser sentir um pouco como é voar entre as nuvens.
 
Fãs do esporte do mundo inteiro chegam a Governador Valadares para desfrutar do clima e das ótimas condições de voo da região. A cidade é uma das sedes da Copa do Mundo de Parapente. Além do voo livre, o pico oferece condições para outros esportes de emoção ou radicais, como rappel, escalada e trekking.
 
E quem sentir medo é só dar uma olhada para a estátua de Nossa Senhora das Graças, que mede 24 metros, pesando 42 toneladas, num pedestal de 10 metros de altura e uma capela com 40 metros quadrados que protege os aventureiros e moradores. Simbolo de fé, a santa é rodeada por grandes torres de TVs e rádios.
 
 
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade