Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Quer viajar gastando pouco?

Veja dicas para economizar, do planejamento à compra de passagens


postado em 07/05/2019 05:07

Com o dinheiro cada dia mais apertado, economia é palavra de ordem para a maioria dos viajantes. Para ajudar a reduzir os gastos no planejamento da viagem, desde a escolha do destino, do voo e das diárias do hotel, o Kayak, ferramenta de buscas de viagens, separou algumas dicas:

1 – Antecedência: em relação às passagens aéreas, acompanhar a evolução dos preços com cerca de seis meses de antecedência é importante para saber quando as passagens estão mais baratas. “O histórico do Kayak revela que a antecedência ideal para se comprar passagens nacionais é de um mês; para internacionais, três ou quatro meses. Comprando com essa antecedência, os viajantes podem garantir uma economia de até 25% no valor das passagens”, afirma Eduardo Fleury, country manager do Kayak no Brasil.

2 – Dia/horário de voo: evitar “horários de pico” de voos também é uma dica importante. Ir em um sábado e voltar em uma segunda em vez de ir sexta e voltar num domingo, por exemplo, pode garantir uma boa economia, já que voos com maior demanda são mais caros. Para os que têm tempo e disponibilidade, optar por um voo com escalas também reduz o preço da passagem e pode até proporcionar a oportunidade de conhecer um novo destino aproveitando o stopover que hoje muitas companhias aéreas disponibilizam.

3 – Hotel: em relação à hotelaria, é preciso atentar para a data da viagem. Para um feriado em uma sexta-feira, por exemplo, o viajante pode ir na quinta-feira à noite ou na sexta-feira de manhã. Viajando na quinta-feira, pagará uma diária adicional de hotel e mal aproveitará o destino, pois já chegará para dormir. Indo na sexta-feira de manhã, economiza uma diária, sem prejudicar muito o roteiro de viagem. Também é importante lembrar que hotéis com perfil mais corporativo são mais caros durante a semana, em que a demanda é maior, e hotéis de lazer têm diárias mais caras nos fins de semana.

4 – Escolha de destinos: considerar destinos nacionais interessantes em vez de destinos estrangeiros pode ser uma opção para famílias com um orçamento mais restrito. No ano passado, teve muitos feriados, o que faz com que muitas famílias prefiram pulverizar o orçamento em várias viagens menores em vez de guardá-lo para uma maior no fim do ano. “Em função da alta do dólar, instabilidade do câmbio e desvalorização do real, os viajantes têm dado preferência para viagens pelo Brasil e pela América Latina, opções menos dolarizadas e mais em conta”, completa Eduardo Fleury.

5 – Pacotes: escolher passeios e refeições na hora ou montar um roteiro prévio dificilmente apresentarão uma diferença significativa no preço da viagem. Nesse caso, a diferença está mais no perfil do viajante: há os que preferem pacotes e opções predefinidas por um operador, por exemplo, e os que preferem personalizar todos os detalhes da viagem de acordo com as próprias preferências. Essa customização vem sendo cada vez mais possibilitada pela tecnologia, mas não há fórmula certa de como viajar neste sentido.

6 – Ferramentas: além do site e do aplicativo (disponível para Android e iOS) que já facilitam a primeira busca pelas melhores opções de voo, hospedagem, aluguel de carros e pacotes completos de viagem, o Kayak tem algumas ferramentas que podem ajudar os viajantes a economizar, de uma forma intuitiva e organizada. O Explore mapeia voos de ida e volta para todos os principais destinos do mundo a partir do orçamento do viajante. Já no site, basta fazer uma pesquisa de voo que a função Previsão de preços (no canto superior esquerdo) mostra um gráfico com a mensagem “Compre” ou “Observe”. Assim o viajante pode aproveitar a oportunidade ou esperar o preço diminuir. Quando o destino for escolhido, o viajante pode ativar o Alerta de preços, que envia avisos sobre as oscilações de preços de passagens e informa aos usuários sobre a melhor data para comprá-las – quando os preços estão mais baixos.


Publicidade