Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Furtos e roubos na viagem

Saiba o que fazer para evitar que contratempos atrapalhem o seu passeio e veja a quem recorrer


postado em 19/02/2019 05:07

No exterior, ande com uma cópia autenticada do passaporte e deixe o documento original guardado no cofre do hotel(foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil)
No exterior, ande com uma cópia autenticada do passaporte e deixe o documento original guardado no cofre do hotel (foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil)

 

 

Quando programamos uma viagem, nosso principal foco é relaxar e nos livrar do estresse do dia a dia. Mas, ter uma viagem tranquila e sem sobressaltos, seja no Brasil ou no exterior, sempre é bom estar precavido contra roubos e furtos. Para evitar o incômodo, especialistas na área de segurança dão dicas para evitar transtornos e não voltar frustrado do passeio. Para começar, fique sempre próximo às bagagens em aeroportos, rodoviárias e hotéis. Tranque as malas com cadeado e mantenha as bolsas e mochilas próximas ao corpo nos passeios. Evite contar dinheiro na presença de estranhos e em locais movimentados e tenha cuidado redobrado com objetos pessoais (faça uso do serviço de cofre em hotéis e pousadas) e não se aventure em locais ermos e escuros à noite. O viajante que foi furtado ou roubado em viagens domésticas deve sempre se dirigir à delegacia mais próxima para registrar o boletim de ocorrência. Algumas cidades contam com postos especializados de atendimento aos turistas.


Se entre os itens furtados ou roubados estiver o passaporte, o turista brasileiro precisa ir até o consulado ou a embaixada do país para providenciar um novo ou a Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), gratuito, que permite o embarque sem o passaporte para o país. No Portal Consular (www.portalconsular.itamaraty.gov.br) é possível acessar todas as representações brasileiras fora do território nacional e os serviços prestados.


A Polícia Federal ainda recomenda outro tipo de procedimento caso a ocorrência de furto ou roubo tenha ocorrido durante o voo. O passageiro deve dirigir-se para uma delegacia de Polícia Civil, geralmente existente no próprio aeroporto, para elaboração de um boletim de ocorrência. Dependendo da localidade, a Polícia Civil encaminha o boletim à Polícia Federal, ou o passageiro o encaminha pessoalmente. É dever do titular do passaporte comunicar imediatamente à Polícia Federal a ocorrência de perda, extravio, furto, roubo, adulteração, inutilização, destruição total ou parcial do documento de viagem, bem como sua recuperação. Mais dúvidas sobre passaporte podem ser esclarecidas junto à Polícia Federal (www.pf.gov.br).


Publicidade