Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sintonia com a natureza

Visitar o Santuário do Caraça é um convite para se desligar do mundo


postado em 11/12/2018 05:10

A entrada do Santuário do Caraça é exuberante(foto: Arquivo pesoal)
A entrada do Santuário do Caraça é exuberante (foto: Arquivo pesoal)

 

 

Cercado por uma natureza exuberante e aos pés da Serra do Espinhaço, o Santuário do Caraça é o local para se desligar de tudo no mundo. O silêncio só é quebrado pelos turistas e alguns veículos que chegam e saem, mas quando se adentra algumas trilhas com placas indicativas, ouve-se somente o canto dos pássaros e nascentes d’água que correm pelo meio da vegetação. Toda a estrutura é muito bem cuidada, preservada e limpa. O visitante pode passar o dia ou se hospedar. No local onde funcionou o colégio que incendiou, há peças diversas da época, além da cama de dom Pedro II e dona Teresa Cristina, e o pequeno fogareiro elétrico que foi esquecido ligado e que incendiou o colégio em 28 de maio de 1968.


O local também abriga fotografias expostas (lindas) do padre Lauro Palú e a biblioteca quase bicentenária, que contém acervo de 30 mil livros, onde estão inclusos os livros que foram salvos do incêndio. Atentei-me para um em especial, que foi de dom Pedro II, que, de próprio punho, rascunhava-o sobre questões que não entendia ou discordava do autor. O Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens, construído pelos escravos em estilo neogótico, é outra atração. É totalmente diferente das igrejas barrocas de Ouro Preto e Mariana, não há riqueza em ouro, mas suas linhas arquitetônicas dão o destaque no meio de todo o verde que o circunda. Os jardins são bem cuidados e de uma beleza ímpar. Em volta, há a opção de ir em duas cachoeiras devidamente identificadas nas trilhas – a Cascatinha e Cascatona, de águas geladíssimas. Essa última é mais distante e estão terminando uma escadaria para acesso ao local. Funcionários recomendam o serviço de guia para chegar lá. No Mirante da Piscina podemos ver a Serra do Espinhaço e uma escultura com formato de rosto naquele local (Caraça).


No percurso da trilha, bem como na estrada asfaltada, observei uma flora singela, delicada e de cores vivas. O visitante tem que ficar atento com o tempo, principalmente de novembro em diante, pois pode mudar de uma hora para outra, caso vá fazer passeios em trilhas ou frequentar as cachoeiras. Sem dúvida, se alguém quer descanso, paz, meditar, ou simplesmente se desligar de tudo, este é o local, e eu indico demais.


Publicidade