Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

CUIDADOS COM ALIMENTAÇÃO E ÁGUA DURANTE A VIAGEM

Ao retornar da viagem, caso apresente febre ou outros sintomas como diarreia, problemas de pele ou respiratórios, procure imediatamente um serviço de saúde e informe as regiões que visitou


postado em 11/12/2018 05:10

Muitos turistas acreditam que conhecer uma cidade, seja no Brasil ou no exterior, inclui saborear sua culinária local. Essa opção é aconselhável desde que o local visitado tenha uma infraestrutura adequada para o fornecimento de alimentos e bebidas ao visitante. Caso contrário, pode acarretar várias doenças, como a diarreia, muito comum pela ingestão de alimentos ou água contaminados.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou o Guia de bolso da saúde do viajante que fornece algumas dicas de higiene, tanto em relação à alimentação, como em relação ao consumo de água:

Lave as mãos com água     e sabão várias vezes ao dia, principalmente antes de ingerir alimentos, após utilizar conduções públicas ou visitar mercados ou locais de muito fluxo de pessoas

Beba somente água
mineral engarrafada

Evite adicionar gelo
nas bebidas

Assegure-se de que o alimento esteja bem cozido, frito ou assado


Fique atento à     temperatura dos alimentos expostos para venda. Os alimentos perecíveis devem ser mantidos em baixa temperatura (abaixo de 5°C) e os quentes bem aquecidos (acima 60°C)

Evite o consumo de frutos do mar crus

Moluscos e crustáceos podem conter toxinas que permanecem ativas mesmo após a cocção

Não consuma leite nem seus derivados crus

Não consuma preparações culinárias que contenham ovos crus

Frutas e verduras, que possam ser descascadas e cujas cascas estejam íntegras, podem ser consumidas cruas

Quando for consumir alimentos exóticos, seja prudente e não exagere

Evite o consumo de alimentos vendidos por ambulantes

Alimentos embalados devem conter no rótulo a identificação do produtor, data de validade e a embalagem deve estar íntegra


A Anvisa recomenda ao turista que, ao retornar da viagem, caso apresente febre ou outros sintomas como diarreia, problemas de pele ou respiratórios, procure imediatamente um serviço de saúde e informe as regiões que visitou.

Mais informações, acesse
http://www.anvisa.gov.br/sispaf/pdf/guia_de_saude_do_viajante.pdf


Publicidade