Publicidade

Estado de Minas

Nova rede social 'para ricos' cobra R$ 21 mil de inscrição

Netropolitan é voltado para pessoas com "mais dinheiro do que tempo" e que tenham o mesmo status social


postado em 18/09/2014 10:02 / atualizado em 18/09/2014 10:37

Por enquanto, a rede só existe na versão web e navegadores mobile. No entanto, a empresa afirma que serão lançadas em breve versões para Android e iOS(foto: Netropolitan/divulgação )
Por enquanto, a rede só existe na versão web e navegadores mobile. No entanto, a empresa afirma que serão lançadas em breve versões para Android e iOS (foto: Netropolitan/divulgação )

Se você é daquelas pessoas cansadas das mesmices na sua timeline e não aguenta mais a "orkutização" do Facebook, há uma nova rede social que você vai amar: o Netropolitan. Voltada para pessoas com alto padrão de vida, é necessário pagar uma "humilde" taxa de R$ 21 mil para entrar no clube do ricos. Além disso, é cobrado cerca de R$ 7 mil anualmente para manter a conta funcionando.

Lançada nesta quarta-feira (16/9), a proposta do Netropolitan é reunir pessoas "com mais dinheiro do que tempo" e que tenham o mesmo status social, mesmo que elas não façam parte do mesmo círculo de amizades. "Você pode criar grupos, ter conversas sobre tudo - desde vinhos a carros clássicos ou recomendações de lugares para viajar", descreve a página.

Em entrevista para o canal CNN, o fundador da rede social James Touchi-Peters garante que o Netropolitan não é nenhuma piada: "Isso é 100% real, e eu acredito que há demanda e audiência para esse serviço. Eu vi a necessidade de um ambiente onde você poderia conversar sobre os assuntos mais refinados do mundo sem ser julgado - uma ambiente onde as pessoas podem compartilhar gostos e experiências semelhantes".

Para James, o alto preço da rede social garante que o clube se mantenha exclusivo e privado. No Netropolitan, nenhuma informação é acessível para o público, nem mesmo por meio de sites de pesquisa. Além disso, anúncios serão raríssimos - eles serão permitidos apenas em grupos que falem de negócios. Empresas são proibidas de criar perfis na rede. O número de integrantes e os nomes das pessoas que fazem parte do Netropolitam também não serão revelados em nenhuma hipótese.
Todos os participantes tem que usar nome e endereços reais e as postagens precisam ser em inglês, com exceção das discussões em particular(foto: Netropolitan/divulgação )
Todos os participantes tem que usar nome e endereços reais e as postagens precisam ser em inglês, com exceção das discussões em particular (foto: Netropolitan/divulgação )

No perfil, é possível postar as atividades recentes, sua localização e participar de grupos de discussão. Você também pode seguir outras pessoas e trocar mensagens privadas. A rede social será constantemente monitorada para garantir que não haja nenhuma perturbação no ambiente e que o conteúdo discutido seja adequado.

Por enquanto, a rede só existe na versão web e navegadores mobile. No entanto, a empresa afirma que serão lançadas em breve versões para Android e iOS. Para participar, é preciso ter mais de 21 anos.

Clique aqui para entrar 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade