Publicidade

Estado de Minas

Inbound marketing valoriza o conteúdo e respeita o consumidor

Está aberta a temporada dos eventos de marketing digital em BH. Nova estratégia, que começa a ser divulgada, é baseada no respeito ao consumidor, decretando o fim dos spams na rede


postado em 07/11/2013 11:30 / atualizado em 16/02/2016 11:00

Shirley Pacelli

Existe um universo paralelo onde sua caixa de entrada do e-mail não é invadida por marketing, também apelidado de spams, e é possível ter acesso a conteúdo interessante de empresas com as quais se fez negócio. O nome dessa realidade alternativa é inbound marketing, modalidade que tem a ver com o conceito de marketing permissivo discutido por Sethgodin, espécie de guru internacional das estratégias on-line. Em seu blog pessoal (http://bit.ly/2lUzwp) ele explica que o marketing de permissão encontra, no respeito ao consumidor, a melhor forma de merecer sua atenção, reconhecendo o poder das pessoas de ignorar anúncios.

Para apresentar o tema e discutir suas oportunidades com estudantes e profissionais de publicidade de Belo Horizonte, será realizada no dia 9 o Fivecon (5seleto.com.br/fivecon/), primeiro evento de Inbound Marketing do Brasil. São esperados 300 participantes. A iniciativa contará com palestrantes nacionais e internacionais que são referência em temas como SEO, redes sociais e táticas de conversão de visitas em compras. O destaque da programação é Wil Reynolds, diretor da SEER Interactive na Filadélfia (EUA). Ele já trabalhou em estratégias digitais para empresas como Barnes & Noble, Disney e Mercedes-Benz.

O organizador do evento e empreendedor interno na 5Sleto (5seleto.com.br), Alberto André Santos, de 25 anos, ressalta que a internet tem um grande potencial para aumentar as vendas de uma empresa e o evento é uma oportunidade para os empreendedores ficarem por dentro da discussão, que já está mais avançada no exterior. Alberto explica que a única diferença entre o marketing digital e o inbound é que o último emprega a filosofia de que a estratégia deve estar aliada ao indivíduo: entregar o conteúdo certo para a pessoa certa. “O digital é um marketing de massa. Não posso mandar um e-mail anunciando doces para uma pessoa diabética”, ressalva.

De olho na palestra de Alberto sobre inbound marketing, Marcus Vinícius Ferraz Leite, de 27 anos, cofundador da startup SitesClub (sitesclub.com.br), plataforma de criação de sites, será um dos participantes do Fivecon. Sua plataforma acabou de sair da versão beta, está rodando há quatro meses e tem, por enquanto, apenas 400 cadastrados. Ele quer aprender um pouco mais sobre os recursos existentes para fidelizar o público por meio do conteúdo gerado em blogs e mídias sociais. “Para o nosso negócio o inbound é fundamental. A startup precisa ser compacta, mas continuar crescendo”, diz.

FERRAMENTAS

Alberto conta que já existem ferramentas surpreendentes no mercado. Com apenas o e-mail e o nome, é possível acompanhar a vida do consumidor: saber o horário em que visitou o site, se abriu a mensagem enviada a ele ou não, quanto tempo gastou em cada página... Mas e a privacidade, como fica? Segundo ele, todos os dados só são coletados quando o indivíduo disponibiliza o e-mail e suas informações pessoais – não há invasão.

Diferentemente do remarketing de ads (quando, ao pesquisar um termo num site de busca, todos os banners na internet parecem perseguir o usuário com o seu produto), no inbound a empresa sabe que você comprou aquela câmera, por exemplo. Daí, ela pode enviar dicas de cursos gratuitos de fotografia, promoção de um flash etc. Ou mesmo oferecer um produto depois que o internauta entrou no site e baixou um infográfico apresentando as diferenças entre o smartphone x e y. Não é preciso pagar anúncios para atrair a atenção do público e essa tática fideliza o cliente.

A principal referência no universo inbound é a HubSpot (hubspot.com), plataforma de marketing on-line. Entre as ferramentas oferecidas por ela estão o blog, sistema de gestão de conteúdo, SEO (otimização para buscas), análise de tráfego, entre outros. Tudo isso permite que a companhia entenda o consumidor a tal ponto que seu produto fique adequado à demanda dele. No Brasil, ainda se fala pouco sobre o assunto, mas existe a RD Station (rdstation.com.br), que oferece serviço similar a HubSpot. Com essas ferramentas é possível acompanhar o lead (possível cliente) de forma única, além de ter a praticidade de automatização de ações voltadas a essa base.

Alberto ressalva que não é barato o investimento em inbound marketing – com menos de R$ 5 mil não se faz. Ele explica que antes de começar o projeto é preciso saber a meta do cliente, quanto ele espera crescer, faturamento anual e custo por lead. “Mas leads gerados dessa forma são 62% mais baratos do que os por outbound (marketing tradicional que tenta encontrar os clientes por meio de técnicas como o spam)”, explica.


TRILHA DIGITAL
Em 25 de novembro será realizado em Belo Horizonte o Trilha Digital, evento de marketing virtual. Grandes especialistas do setor vão apresentar as melhores estratégias para que o seu negócio seja bem-sucedido na internet. Este evento tem a qualidade OlhóCON e é organizado pela Jimmy em conjunto com a Agência BuscarID e o jornal Estado de Minas. O encontro será realizado no Teatro Alterosa (Av. Assis Chateaubriand, 499, Bairro Floresta, BH - MG). Inscrições pelo site: individual por R$ 210 e R$ 130 para estudantes, até 22/11.
olhocon.com/2013/bh/


SERVIÇO
9/11, das 8h às 18h
Endereço: Hotel Ouro Minas
(Av. Cristiano Machado, 4.001, Palmares – BH/MG
Ingressos a R$ 250 (2º lote)
5seleto.com.br/fivecon/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade