Publicidade

Estado de Minas CONVITE A CANDIDATOS A EMPREENDEDOR

BH recebe edição de uma das maiores franquias de eventos de startups do mundo

A partir desta sexta-feira (27) até domingo, empreendedores, desenvolvedores, designers e entusiastas participam de comunidade criativa, focada em inovação


postado em 26/09/2013 08:30 / atualizado em 26/09/2013 15:14

Shirley Pacelli

SOSummit 2012 reuniu 150 organizadores do Startup Weekend em Austin, no Texas (Estados Unidos)(foto: Kyle Kesterson/Iamintricate.com )
SOSummit 2012 reuniu 150 organizadores do Startup Weekend em Austin, no Texas (Estados Unidos) (foto: Kyle Kesterson/Iamintricate.com )


De uma ideia inicial de um aplicativo para localizar ônibus, o mineiro Tallis Gomes, de 26 anos, acabou lançando um dos mais populares programas para encontrar táxi da atualidade – o Easy Táxi (easytaxi.com.br) – durante o Startup Weekend no Rio de Janeiro, em 2011. De amanhã a domingo será realizada a edição belo-horizontina dessa que é uma das maiores franquias de eventos de startups do mundo. A expectativa é atrair cerca de 120 participantes, entre empreendedores, desenvolvedores, designers e entusiastas para fazer parte de uma comunidade criativa, focada em inovação. Em mais de 54 horas (por vezes ininterruptas, à base de energético), em equipe, aspirantes a empreendedores desenvolverão projetos, com a tutoria de especialistas, que serão apresentados ao final do evento.

Tallis conta que chegou à edição de 2011 com a ideia de criar algo para resolver problemas de trânsito. Depois de desistir da ideia do aplicativo na primeira noite, resolveu ir para casa. “Liguei para o táxi e fiquei esperando mais de meia hora para a atendente me dar um retorno e mesmo assim ela ainda não tinha encontrado nenhum taxista disponível. Fui para a rua, debaixo de chuva lá no Leblon, à procura de um veículo”, lembra Gomes. A experiência negativa o levou a sair vencedor do evento e a criar a startup que hoje disponibiliza o serviço em 20 países, além do Brasil, e acabou de lançar a versão do aplicativo para Windows Phone.

Gomes lembra que o evento oferece a importante oportunidade das mentorias gratuitas, como de Felipe Matos, diretor de operações do Startup Brasil, programa do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação e também fundador da Startup Farm. “Tem pessoas que pagam mais de R$ 1 mil pela hora dele”, ressalta. Tallis esclarece que não existe fórmula de sucesso. “Mas eu reparo que as pessoas que o alcançam tem poder de resistência: tomam soco e levantam. E a execução é mais importante que ficar planejando. Ficar dentro do escritório supondo é errado”, afirma.

"Executar é mais importante do que ficar planejando. Ficar dentro do escritório supondo não leva a nada", diz Tallis Gomes, criador do programa Easy Táxi (foto: Leo Neves/Easy Taxi/Divulgacao )
Pensando justamente na execução de seu novo projeto, Leandro Faria, de 25 anos, fundador da Procureit (procureit.co), rede on-line para gestão de compras de empresas, participará do desafio de inovação em BH. O foco do empreendedor durante o Startup Weekend é o networking. “Você pode conhecer outras pessoas e completar um time. É um grande trunfo, porque todo mundo ali tem o mesmo objetivo”, diz.

Organização
Nos três dias do evento, ideias ganham dicas, parcerias e apoio. A dinâmica é simples. Na primeira noite, os participantes “vendem seu peixe” durante os pitchs (pequenas apresentações de três a cinco minutos para despertar interesse do ouvinte). Há a formação de equipes e, ao final do domingo, uma comissão julgadora escolhe a grande campeã do evento. A vencedora ganhará prêmios doados por patrocinadores locais e alguns internacionais de peso, como a Amazon, a Coca Cola e a Post-it. Durante o trabalho, uma equipe de mentores, formada por profissionais e especialistas em diferentes áreas fundamentais para o desenvolvimento de uma startup, dão total apoio aos grupos.

Tomás Duarte, de 27 anos, empreendedor na Tracksale, será um desses mentores. Ele conta que auxiliará os participantes em temas relacionados a negócios e ao marketing, apesar de também poder contribuir com dicas de estrutura tecnológica e usabilidade. Para o demoday (apresentação das startups em pitches), ele acredita que se dará bem aquela empresa que tiver mais elementos funcionando. “A ideia é entregar uma startup rodando, mas na prática é super difícil. É preciso ter foco e expertise”, afirma o empreendedor.

Segundo Matt Montenegro, de 27 anos, fundador da Beved (beved.com.br) e um dos organizadores do evento, as ideias que têm mais chance de vingar são aquelas que trazem um benefício real para pessoas aliado a um modelo de negócios rentável. Segundo ele, um dos objetivos ao trazer o Startup Weekend a BH é mostrar que a cidade é extremamente receptiva e que quer dar boas vindas a novos empreendedores. “A comunidade de startups daqui não é um ‘grupinho’ fechado. Queremos ver outras pessoas se dando bem, queremos que a comunidade cresça”, afirma.

A comunidade em questão tem nome e praticamente um endereço: San Pedro Valley (sanpedrovalley.org), que ganhou o título como brincadeira sobre o Bairro São Pedro, região onde as primeiras empresas se instalaram. Atualmente, conta com 117 empreendimentos, entre startups, coworkings, aceleradoras, incubadoras e investidoras. Algumas empresas já receberam aportes relevantes na casa dos milhões de reais e BH começa a se tornar pólo de atração de investidores, disputando com o Rio de Janeiro o segundo lugar no mercado brasileiro de startups. O primeiro, é claro, (ainda) pertence a São Paulo.

Startup Weekend
Data: 27,28 e 29
Local: Ibmec (Rua Rio Grande do Norte, nº 300,
Funcionário. BH (MG)
Taxa de inscrição: R$ 120 (2º lote).
Para quem não reside em BH, o Airbnb oferece R$ 100 de bônus para usar o serviço durante sua
estada na cidade.
belohorizonte.startupweekend.org


Publicidade