Publicidade

Estado de Minas

Aplicativos de celular e tablet ajudam na atividade física; conheça alguns

Praticar atividades físicas por meio de aplicativos no smartphone e tablet facilita a vida de quem tem preguiça de ir à academia. Conheça programas de diversas plataformas para garantir rotina saudável


postado em 04/04/2013 13:37 / atualizado em 04/04/2013 13:37

O estudante Eduardo Barretto pesquisou na loja de aplicativos do smartphone e optou por dois deles para auxiliá-lo a definir abdômen e peitoral(foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
O estudante Eduardo Barretto pesquisou na loja de aplicativos do smartphone e optou por dois deles para auxiliá-lo a definir abdômen e peitoral (foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
Aplicativos que ajudam os usuários a ter um dia a dia mais saudável formam uma das principais categorias de ferramentas móveis disponíveis hoje no mercado. Diversas áreas e atividades são contempladas pelo segmento, desde os cuidados na alimentação e no sono ao desempenho em corridas e outros esportes.


As informações e detalhes de performance durante o exercício físico foram os principais motivos que levaram o consultor de marketing João Augusto Cisneiro a baixar o Endomondo, aplicativo para corredores e ciclistas, que registra dados como tamanho do percurso, velocidade do atleta e tempo de corrida. “Comecei a usar há pouco tempo. Desde então, não abro mão dele”, explica João, que tem o hábito de pedalar e correr semanalmente. O Endomondo consegue rastrear o usuário a partir da localização GPS e analisa a trajetória percorrida.

João conta que, com as informações que obtém com o aplicativo, passou a se policiar mais durante os exercícios. “Percebi em que aspectos eu podia melhorar e também vi quando conseguia fazer progressos. Por exemplo, passei a observar a evolução da minha velocidade e fazer um trajeto específico e pude saber como melhorar”, explica. “Esses dados são grandes motivadores, no fim das contas.”

Já o estudante Eduardo Barretto escolheu se exercitar via tablet em casa com dois aplicativos, que têm vídeos de musculação. Ele conta que começou a fazer esse tipo de atividade física no fim de 2011, quando baixou um aplicativo com exercícios de ioga. “Fiquei uns três meses praticando e depois decidi partir para outros. Pesquisei e vi que a variedade é imensa, tem aplicativo para um monte de práticas esportivas diferentes”, conta Eduardo.

“Agora, optei por dois de musculação: um para trabalhar abdômen e outro para o peitoral.” O estudante conta que usa o tablet cerca de três vezes por semana. “O treino é rápido, mas no fim você fica bastante cansado, da mesma forma como quando vai malhar fora. E dá bons resultados, sinto que esses exercícios têm me ajudado a melhorar o condicionamento e a força muscular.”

CUIDADOS

Para ele, a vantagem está na praticidade e na economia de tempo. “Os treinos que eles indicam duram, no máximo, 20 minutos, o que é ótimo para os dias em que não tenho tempo de ir à academia, por exemplo. Afinal, muitas vezes, isso é o que gasto apenas para ir e voltar de lá”, explica Eduardo. Para Martim Bottaro, professor de educação física da Universidade de Brasília (UnB), os aplicativos são positivos, principalmente por incentivar a movimentação. “É bastante válido, porque a pessoa está de fato se exercitando, mesmo que não esteja acompanhada de um orientador”, defende Bottaro.

O professor ressalta, contudo, que é necessário ter certos cuidados. “Alguns desses aplicativos, por exemplo, têm diferentes níveis de dificuldade de exercício. Quando a pessoa começar a utilizá-los, é interessante que ela tente o mais simples para ver como se sai. Se estiver fácil demais, na próxima vez ela tenta um nível mais difícil, e assim vai até achar o adequado”, recomenda Bottaro. “Dessa forma, pode-se evitar que o usuário comece em uma dificuldade pesada demais e acabe com dores. Mas a atividade é positiva. O importante é não dar chance ao sedentarismo.”

ESCOLHA CERTA
» Veja quais os aplicativos mais populares. Geralmente, têm maior número de downloads
» Leia os comentários de quem já baixou. Às vezes, um aplicativo tem muitos downloads, mas pode ter recebido uma atualização de software que não o deixou tão legal
» Em caso de aplicativos com duas versões, uma grátis e outra paga, verifique o que uma oferece a mais do que a outra e pondere se vale a pena desembolsar a quantia


SUGESTÕES DE APPS
Pocket Yoga

Desenvolvedor: Health Team
Gratuito
Idioma: inglês
Disponível para:
Android e iOS
» É uma espécie de guia digital para praticar ioga. Traz fotos de centenas de posições e explica como realizá-las e por quanto tempo. Elas podem ser encontradas a partir das partes do corpo que você quer trabalhar ou de acordo com os sintomas que possa estar sentindo (ansiedade, dor nas costas etc.).

Polar Wearlink Bluetooth
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Polar
Preço: R$ 250
Idioma: manual em português
Disponível para: Android ou Symbiam
» O aparelho medidor das atividades cardíacas conta com interação bluetooth com smartphones, armazenando os dados obtidos. Mas o diferencial é a possibilidade de interação com outros aplicativos, como o Endomondo, o Runtastic e Os meus percursos, sendo ideal para quem gosta de correr.

CrossFit Travel
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Agilevent
Preço: R$ 4
Idioma: inglês
Disponível para: Android e iOS
» Ideal para quem viaja muito e não quer deixar o condicionamento físico de lado. O app inclui 120 exercícios que podem ser feitos sem o uso de equipamentos e em espaços pequenos, como um quarto de hotel. O usuário pode programar o que vai fazer e a que horas. Além disso, um gráfico de rendimento e progresso ao longo do tempo é montado para cada tipo de exercício.

NPT Boom
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Nike, Inc.
Gratuito
Idioma: inglês
Disponível para: Android e iOS
» É, basicamente, um motivador ao exercício, que trabalha a partir da música, para quem gosta de malhar curtindo um som. O usuário monta uma lista com suas músicas favoritas (infelizmente, o app não traz nenhuma na memória), enquanto atletas e treinadores conhecidos enviam mensagens gravadas, como
“malhe agora e você vai colher os benefícios depois”. Dá para ajustar o tempo do exercício ao das músicas e programar pausas.

Instant Heart Rate Pro
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Azumio
Preço: R$ 4
Idioma: inglês
Disponível para: Windows Phone, Android e iOS
» Considerado um dos melhores aplicativos para monitoramento cardíaco e indicação de queima de calorias. Utiliza a câmera dos smartphones para medir o batimento do coração e os dados podem ser armazenados, criando um histórico das atividades.

FitBit One
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: FitBit
Preço: US$ 99,95
Idioma: inglês
Disponível para: PC, Mac, iOS e Android
» O dispositivo conta passos, distâncias e calorias queimadas durante o dia, além de monitorar o tempo e a qualidade de sono. Os dados ainda podem ser passados via bluetooth para computadores e smartphones.

Nike Plus Kinect Training
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Sumo Digital
Preço: R$ 99,90
Idioma: português
Disponível para: Xbox 360
» O jogo para console Xbox serve como personal trainer para práticas de exercícios dentro de casa. O programa utiliza o dispositivo Kinect para identificar os movimentos do usuário e o condicionamento físico e assim estabelecer atividades que atendam o objetivo específico do jogador, como perder peso ou tonificar os músculos.

HealthTap
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: HealthTap
Gratuito
Idioma: inglês
Disponível para: Android e iOS
» É um tira-dúvidas mais confiável sobre saúde. Quem responde às perguntas dos usuários são médicos norte-americanos (reais) que registram perfis na rede do app. É possível, ainda, consultar sintomas e medicamentos no menu.

Os meus percursos
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Desenvolvedor: Google Inc.
Gratuito
Idioma: português
Disponível para: Android
» Se você caminha, corre, anda de bicicleta ou faz outras atividades ao ar livre, saiba que existe um app para gravar o trajeto, a velocidade, a distância e a elevação: Os meus percursos. As estatísticas são acompanhadas ao vivo e podem ser compartilhadas on-line. O aplicativo utiliza o sensor GPS para gravação dos dados e é sincronizado com sensores biométricos (como o Polar). O melhor é que funciona em português.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade